Arquivo da tag: academia

Quem disse?

Eu ainda não achei a pessoa que disse o certo e o errado dos esteriótipos de beleza, mas apesar de querer muito saber quem seja, não a culpo por isso ainda existir. Aparentemente essa nova geração é a geração dos bombadinhos. E se você não malha, não vai na academia, não come de 3 em 3 horas seu frango com batata doce ou sua barrinha de cereal, sinto lhe dizer, mas você está fazendo isso errado.

Certa vez no elevador, uma menina falou pra um menino que ele estava muito gordo e deveria fazer algo. MAS PÉRA! Quem foi que disse que o certo é ser magro? Por acaso tem algo de errado em ser gordo? Só é bonito quem é magro, sarado, tem um tanquinho pra exibir?
image

Fico me perguntando se as pessoas perderam a noção de importância das coisas ou se elas se tornaram tão vazias que as revistas/mídia, conseguem vender o estereótipo e a pessoa aceita. Tipo uma folha de papel em branco, que aceita tudo o que lhe é escrito, apagado, borrado… E além de se tornarem superficiais e artificiais, ainda se incomodar porque o outro não é igual.

Já ouvi algumas vezes de amigos e desamigos que eu sempre estou no bar. Não é segredo pra ninguém que eu gosto de tomar uma cerveja, sentar na mesa do bar com os amigos e jogar conversa pro ar. E sou jugada por ir 2 vezes na semana no bar e não ir 2 vezes na semana na academia. De não postar fotos no Instagram com meu tanquinho e postar de cervejas. Dar check-in em bares e restaurantes e não dar check-in na academia ou em provas de corrida.

E de repente, se eu não gosto de ir na academia? Se eu acho ser magra não é o tipo de corpo pra mim? EU POSSO ESTAR SATISFEITA COM O CORPO QUE EU TENHO MESMO ELE NÃO SENDO CAPA DE REVISTA? Aparentemente, não.

Mas dessa vida eu escolho ser feliz. Escolho beber quando quero beber, escolho comer coxinha, brigadeiro, batata frita, macarrão quando tenho vontade. Escolho ir na academia quantas vezes me apetecer e escolho ficar em casa olhando pro teto todas as vezes que for necessário. Não escolhi ter um corpo de modelo, nem um corpo de panicat. E não acho errado quem escolhe ter, acho errado quem escolhe que todo mundo tenha.

As pessoas são únicas, com suas escolhas e suas individualidades e não faz sentido nenhum alguém achar que todo mundo tem que ser do padrão que foi dito por alguém.

O negócio é ser feliz, malhando, comendo, dormindo, gordo, magro, sarado… E parar de se preocupar com vida alheia. Olha pra você e pro seu corpo. Se olha no espelho. Você gosta do que vê? Gosta de você e está satisfeito de como é? Só você pode e deve julgar seu comportamento e seu corpo e mudar (ou não) por isso. Vai escolher o que te faz feliz ou o que a revista manda?

Drops da Semana

13-04

E ai gente, como foi a semana de vocês? Ao contrário da semana passada, essa semana eu consegui ir pelo menos 3 vezes na academia… Uhu! Corpo tem que estar saradíssimo para esse feriado carioca hahaha Tenho que correr atrás do preju!

Encontrei uma amiga de muitos anos pra fofocar, ter um momento menina e tomar bons drinks! Tava seca pra tomar um cosmopolitan e me sentir a protagonista do Sex and the City, e meio que deu certo. Bebemos, rimos e rimos mais (: Muito bom ficar um tempo com quem a gente gosta <3

Na sexta começou o fim de semana e com ele a cerveja esteve por alí… Fomos prestigiar um bar que está participando do Comida di Buteco, o bar Caiubier e prestigiamos mais a cerveja do que a comida, mas ok! Colorado Vixnu aprovadíssima e me deixou beeem alegre!

Sábado dia de ir na casa de uma amiga pra comemorar o aniversário! Mais cerveja, coxinha e papo jogado ao vento… Saimos de lá as 2h e no outro dia acordamos “cedo” pra irmos comemorar mais um pouco. Domingo foi dia de almoçar com a família do namorado no Terraço Itália #riqueza. Almoço de primeira, com sobremesas maravilhosas e a vista muito bonita de um pedacinho de SP!

Depois voltei a minha vida de pobreza e escravidão e fui passar roupa, arrumar o guarda roupa, pintar as unhas… Realidade, né? Amanhã volto pra academia pra fazer mais uma aulinha de Sh’Bam que me deixa mais animada 😉

Ser feliz

 

Em muitos lugares nas redes sociais, vejo links sobre dicas de “como levar uma vida mais feliz” com muitos e muitos passos a serem seguidos…. E, que se juntar tudo, nos levam ao óbvio. Nada ligado a valores financeiros, muito menos a bens materiais. Para ser feliz (de acordo com os textos), basta mudar pequenos hábitos do nosso dia-dia, nosso comportamento, coisas sinceramente simples. Coisas que nem deveriam ser ditas por serem tão óbvias, mas a gente acaba “esquecendo-as”.

Claro, que eu aqui não vou dar passo a passo de nada e, caso você não seja feliz após ler esse texto, não me culpe de nada. O que estou escrevendo aqui são “boas práticas” que estou aderindo para viver melhor… E quando você se sente melhor, você acaba vivendo uma vida mais leve e mais feliz!

Váriasdc6c9ba8ad5a6699858383020e8c171c coisas que leio é sobre “acordar cedo faz bem”. Nisso eu discordo um pouco e tiro as minhas próprias conclusões… Acho que a pessoa tem que acordar na hora que ela se sinta bem. Os organismos são diferentes e as disposições são diferentes. Tem gente que se sente melhor pela manhã e tem gente que só funciona direito pela tarde, noite. E isso não sou eu, preguiçosa, que estou dizendo, mas já saíram várias pesquisas sobre o assunto. Quando acordamos dispostos, dormindo o suficiente e não somos arrastados pra lugar nenhum, a gente acaba passando o dia melhor. Claro que nem sempre é possível, pois existe um duende chamado TRABALHO que nem sempre nos permite essa mobilidade com horários, mas em finais de semana, férias e feriados é sempre possível.

Outra coisa que me faz bem (e faz bem muita gente) é manter uma atividade física na vida… Não uma atividade que se pratique uma vez na vida outra na morte, mas que seja realizada algumas vezes na semana. Faz bem pra saúde, deixa a gente mais disposto e faz bem pro ego ( quem não gosta de estar com o corpo em alta?!). Não precisa ser necessariamente academia, puxar ferros, correr maratonas, mas sim algo que nos faz bem! Eu faço academia, mas fazer musculação todo dia me enche o saco. Daí eu faço aula de dança também… E me da mais gás, mais vontade e mais animação. Não fica sendo um peso, mas sim um lugar onde despejo minhas viber negatigativa.

Não levar os problemas pra casa é uma arte que to praticando e to torcendo pra dar certo. Normalmente acontece alguma coisa no dia-dia (trabalho, amigos, transito) e a gente fica matutando aquilo dentro da gente… Corroendo que nem cupim na madeira. Mas sabemos que não é uma coisa que nos faz bem. Sempre que puder, vamos esclarecer o que deixamos pra depois e vamos por tudo em planos limpos. Não dá pra resolver hoje!? Ok, amanhã tentamos de novo… Mas nada de deixar corroer. Isso pesa, faz mal e nos deixa mais cansado e sem disposição… To mentindo?!

e75ece1e1afc2cef40afabbb66c1be49

A arte de não reclamar também é uma coisa que estou assumindo pro meu dia-dia. Estamos na posição que estamos porque queremos, e ninguém nos obriga a isso. Seja no trabalho ou no relacionamento. É inevitável reclamar do chefe, do amigo chato, do transito caótico (moro em SP, galera), do namorado, da vida… Muitas coisas acontecem no nosso dia, boas e ruins. A gente tem que decidir o que queremos levar pro nosso dia. Ficar reclamando vale a pena?! Muda a sua situação?! Se você reclama todo dia, das mesmas coisa, não é mais fácil você mudar do que esperar a coisa toda mudar por osmose? É difícil? Claro… Mas é uma prática que temos que fazer um pouquinho por dia e avaliar no fim do dia se ficamos mais leves, se valeu a pena. Pra mim tá valendo.

49b90f5a36df980c0d5889464d1a6fc2O texto ta gigante, mas eu juro que to acabando! Outra coisa que eu também to aprendendo é, apesar das pessoas não gostarem do seu jeito, você não pode deixar de ser você. Não deixe de sorrir quando quer sorrir só porque o outro tirou seu sorriso. O desapego é uma arte! E não vale a pena se conter, prender um sorriso, não contar uma piada, se fechar pro mundo por conta do outro.

A vida é curta demais pra vivermos como os outros querem.

 

E por último, mas não menos importante, na verdade o mais importante… Não deixe de praticar um pouquinho disso todo dia. Não exatamente isso, mas basicamente isso. Cada um tem seu mantra, cada um tem suas prioridades e suas necessidades. Mas quando ficamos bem com nós mesmos, todo o resto fica mais leve e mais fácil. É aquela velha máxima: “vibrações positivas atraem positividade pra vida”.  O mais difícil disso tudo é praticar lembrar de por em prática em cada ato, cada momento, porque acabamos colocando os problemas, queixas, preguiça antes de tudo isso… O homem é um tanto quanto pessimista em seus pensamentos, mas isso fica pra outro texto rs.

Faz essas mudanças uma semana e se melhorar faz outra… E mais uma… E de repente estaremos vivendo melhor praticando essas pequenas coisas todo dia. Eu to praticando tudo ainda, minhas mudanças são recentes mas, algumas coisas já ficaram mais leves e mais fácil de enxergar. Tipo AA, um passo de cada vez.

Drops da Semana

23-03

Semana passada foi marcada pela volta ao álcool na minha vida na semana… Tentei equilibrar com academia, mas a bebida venceu 🙁 Na quarta-feira fomos visitar um casal de amigos, fizemos hambúrguer, tomamos cerveja, vinho e o que mais tivesse e falamos mais do que a boca… Quase viramos a noite lá, mas foi extremamente relaxante e engraçado e ajudou a engrenar o resto da semana…

Na sexta foi dia de comemorar várias coisas com meu amor s2s2s2 e fomos no Torero Valese… Para nossa surpresa, essa semana tá rolando o Restaurante Week e comemos bem, pagando menos… Claro que foi acompanhado de vinho <3

Sabadão teve formatura da minha prima que carreguei no colo e coloquei pra dormir. O tempo passa minha gente… era criança ontem e agora já ta formada! Que orgulho! Daí não tinha como não beber, comer e dançar muitooooo… O que me fez dormir por 10 horas seguidos e acordar no domingo depois das 14h.. Ai bateu aquela vontade forte de comer doce veio forte, e aproveitamos pra conhecer mais um cafézinho da nossa lista, o Leckerhaus (vou fazer post sobre o lugar).

Toda essa gordura desperdiçada fez minha pochete se manifestar fortemente, então vou voltar pra academia fortemente essa semana!

Onde abunda nada falta (para homens)

Continuando a programação de verão, Onde abunda nada falta especialmente da academia, onde cada dia está mais cheia, seja de leggins, agachamentos ou glúteos malhados… Mas essa categoria, apenas pra quem curte bundas saradas femininas…

bunda academia