Arquivo da tag: beach

StrandBad Wannsee

Quem diria que teria praia em Berlim? (Eu diria, pois já tinha dado uma pesquisada nisso). Essa ultima semana fomos surpreendidos com uma onda de calor extremo e os termômetros chega marcaram 30 graus aqui em Berlim. Aparentemente é bastante incomum fazer calor ainda na primavera, mas como estávamos todos carentes do sol, não reclamamos.

Amo praia e com todo esse clima de verão, levamos nosso corpinho para um banho de sol na praia aqui de Berlim, a StrandBad Wannsee. Aqui não tem mar, então a praia é banhada por um rio, no caso o Wannsee – então não tem o corpo salgado do mar. Essa praia parece um clube fechado, inclusive é necessário pagar a entrada (5,50 EUROS) e dependendo do dia, se preparar para uma pequena fila na entrada (e as vezes na saída). É proibido entrar com narguile, garrafas de vidro, patins e bike. De resto, tem as mesmas coisas: areia, aluguel de cadeiras e guarda sol, lugar para comprar comida, pode tomar cerveja ou levar sua própria e o mesmo vale pra comida.

Ainda tem espaço para relaxar além da praia, com bastante árvore e verdes, banheiros com vestiário e duchas no delongar da areia. No lago é possível ver vários caiaques e barquinhos passeando, pessoas fazendo stand up paddle e muita gente com aquelas bóias gigantes. Ainda lá, há uma separação para quem é naturalista (a famosa praia de nudismo) e para quem não é.

O melhor é que dá pra chegar na praia de metrô e no caminho para lá da pra identificar muita gente indo pra lá, com chinelos, chapéu e uma sacola com lanches e bebidas pra aproveitar o dia. Sim, alemães gostam de levar seus lanches e bebidas para quase todos os lugares.

Ah, lembrando que os alemães tem uma relação com a exposição da imagem diferentes da dos brasileiros, e normalmente em lugares como praia, piscinas e parques, eles não ficam tirando fotos e nem permitem que se fique tirando fotos. E nota-se claramente na praia, onde ninguém fica com celular por perto e fica só aproveitando o lugar.

Nossa primeira experiência foi bem gostosa, apesar do sol que nos deu uma canseira. Dependendo do calor, dá pra passar um dia bem gostoso por lá e nos próximos dias de calor, com certeza voltaremos para repousar nossos corpinhos 🙂

 

Búzios

Mais um pouquinho das férias, e dessa vez contando sobre Búzios… Fomos em Dezembro, época de sol, calor e clima de azaração. Antes de mais nada, uma observação sobre Búzios: Lá é composto por 80% de argentinos, 10% cariocas e 10% de turistas. Sim.. muito argentino lá.. Tanto que tivemos que fazer uma busca pra saber o porque, e aqui está!

PANO_20131225_104830

Bom, Búzios fica na região dos Lagos no Rio, o que demora cerca de 3 horas de ônibus pra chegar. Não tem aeroporto e malemá tem rodoviária… Pra chegar lá, ou fecha-se pacotes de traslado por vários serviços que tem no hotel ou no aeroporto, ou da Rodoviária do Rio pega-se o ônibus da Viação 1001. Facinho! Dá pra comprar pela internet, e os ônibus saem de hora em hora (pelo menos em Dezembro foi assim). E claro, sempre se tem a opção de ir de carro… Mas aviso que a gasolina lá estava cara 🙁

IMG_20131225_104823

3 horas depois, estávamos lá, e o tempo não foi muito amistoso. Mas depois da tempestade, veio muito sol e calor e valeu a pena cada minuto na armação! Ficamos 5 dias lá, e acabamos não conhecendo outras praias… Ficamos na praia de João Fernandes, uma das praias que o pessoal mais gosta de ficar, por ser bem tranquila (em quesito de pessoas e do mar) e pequenininha, sendo mais reservada.

A praia limpíssima, que dava pra ver peixinhos da borda, nadando no meio do povo! Fizemos (ou tentamos) fazer stand up, e quando se está mais pro fundo, dá pra ver umas tartaruguinhas nadando por lá <3 Tudo que você pensar em comer nas barraquinhas é caro! Sim.. Búzios é uma cidade muito cara e pra comer qualquer coisa, você não gastará menos de 50 reais por pessoa.

IMG_20131225_140742Ficamos no Hotel Rio Búzios – Beach (também tem a Rio Búzios Boutique que é da mesma rede) e não tenho nem o que falar sobre ela! Pousada muito boa, desde o atendimento, até as acomodações. Pegamos o quarto basiquinho (standart) e era grande, com sacada de frente pra rua, bem arejado e completo. O hotel inclui serviço de café da manhã, que apesar de não ser nada demais, nos satisfazia bem. Conta também com academia, piscina aquecida, restaurante e bar.

Além de visitar as outras praias (que não fizemos), tem o centrinho, a Rua das Pedras, que vale o passeio. Além de todos os restaurantes bons da cidade estarem lá, ainda tem muitas opções de lojas conhecidas para fazer compras. O centrinho é bem organizado, limpo e sempre tem um policial por lá, o que deixa as coisas mais tranquilas ainda. Uma coisa curiosa sobre Búzios, foi o fato de nenhum táxi trabalhar com taxímetro e fazer sempre corrida com preço de R$15, independentemente do lugar que você vá. Não sei se é curioso ou enganação mesmo, mas isso foi comum e válido para todos os táxis que pegamos.

Super vale a pena visitar a cidade, e quem for com mais tempo e paciência, visitar as outras praias… A gente estava mais pra descansar, aproveitamos a praia e o hotel! Prepare os bolsos e o protetor solar pra aproveitar os dias de sol intenso que o verão proporciona! Ah, e fique atento apenas com previsões de chuvas que castigam a região dos lagos essa época do ano. De resto, só abrir a água de coco, esticar a canga e aproveitar a viagem 🙂