Arquivo da tag: bem

Vem de dentro

E se você fosse sua única companhia?
e daqui pra frente só pudesse contar com você?
Se não tivesse mais ninguém ao seu lado e
tivesse que lidar com seus medos, inseguranças e defeitos sem contar com (para) ninguém.

Você teria coragem de seguir em frente?
Conseguiria viver consigo mesmo?

Você é a pessoa que gostaria de ser?
A pessoa que gostaria de estar perto?
Que gostaria de ouvir, de conversar, passar um tempo e ser amigo?

Não é feio parar pra cuidar de si mesmo, pra nos deixarmos bem,
Como ficar de bem com o mundo se não estamos de bem com a gente?
Nos aceitar, nos querer bem, nos fazer bem.
Empatia vem de dentro.
O bem vem de dentro.
Estar bem vem de dentro.

Ser feliz

 

Em muitos lugares nas redes sociais, vejo links sobre dicas de “como levar uma vida mais feliz” com muitos e muitos passos a serem seguidos…. E, que se juntar tudo, nos levam ao óbvio. Nada ligado a valores financeiros, muito menos a bens materiais. Para ser feliz (de acordo com os textos), basta mudar pequenos hábitos do nosso dia-dia, nosso comportamento, coisas sinceramente simples. Coisas que nem deveriam ser ditas por serem tão óbvias, mas a gente acaba “esquecendo-as”.

Claro, que eu aqui não vou dar passo a passo de nada e, caso você não seja feliz após ler esse texto, não me culpe de nada. O que estou escrevendo aqui são “boas práticas” que estou aderindo para viver melhor… E quando você se sente melhor, você acaba vivendo uma vida mais leve e mais feliz!

Váriasdc6c9ba8ad5a6699858383020e8c171c coisas que leio é sobre “acordar cedo faz bem”. Nisso eu discordo um pouco e tiro as minhas próprias conclusões… Acho que a pessoa tem que acordar na hora que ela se sinta bem. Os organismos são diferentes e as disposições são diferentes. Tem gente que se sente melhor pela manhã e tem gente que só funciona direito pela tarde, noite. E isso não sou eu, preguiçosa, que estou dizendo, mas já saíram várias pesquisas sobre o assunto. Quando acordamos dispostos, dormindo o suficiente e não somos arrastados pra lugar nenhum, a gente acaba passando o dia melhor. Claro que nem sempre é possível, pois existe um duende chamado TRABALHO que nem sempre nos permite essa mobilidade com horários, mas em finais de semana, férias e feriados é sempre possível.

Outra coisa que me faz bem (e faz bem muita gente) é manter uma atividade física na vida… Não uma atividade que se pratique uma vez na vida outra na morte, mas que seja realizada algumas vezes na semana. Faz bem pra saúde, deixa a gente mais disposto e faz bem pro ego ( quem não gosta de estar com o corpo em alta?!). Não precisa ser necessariamente academia, puxar ferros, correr maratonas, mas sim algo que nos faz bem! Eu faço academia, mas fazer musculação todo dia me enche o saco. Daí eu faço aula de dança também… E me da mais gás, mais vontade e mais animação. Não fica sendo um peso, mas sim um lugar onde despejo minhas viber negatigativa.

Não levar os problemas pra casa é uma arte que to praticando e to torcendo pra dar certo. Normalmente acontece alguma coisa no dia-dia (trabalho, amigos, transito) e a gente fica matutando aquilo dentro da gente… Corroendo que nem cupim na madeira. Mas sabemos que não é uma coisa que nos faz bem. Sempre que puder, vamos esclarecer o que deixamos pra depois e vamos por tudo em planos limpos. Não dá pra resolver hoje!? Ok, amanhã tentamos de novo… Mas nada de deixar corroer. Isso pesa, faz mal e nos deixa mais cansado e sem disposição… To mentindo?!

e75ece1e1afc2cef40afabbb66c1be49

A arte de não reclamar também é uma coisa que estou assumindo pro meu dia-dia. Estamos na posição que estamos porque queremos, e ninguém nos obriga a isso. Seja no trabalho ou no relacionamento. É inevitável reclamar do chefe, do amigo chato, do transito caótico (moro em SP, galera), do namorado, da vida… Muitas coisas acontecem no nosso dia, boas e ruins. A gente tem que decidir o que queremos levar pro nosso dia. Ficar reclamando vale a pena?! Muda a sua situação?! Se você reclama todo dia, das mesmas coisa, não é mais fácil você mudar do que esperar a coisa toda mudar por osmose? É difícil? Claro… Mas é uma prática que temos que fazer um pouquinho por dia e avaliar no fim do dia se ficamos mais leves, se valeu a pena. Pra mim tá valendo.

49b90f5a36df980c0d5889464d1a6fc2O texto ta gigante, mas eu juro que to acabando! Outra coisa que eu também to aprendendo é, apesar das pessoas não gostarem do seu jeito, você não pode deixar de ser você. Não deixe de sorrir quando quer sorrir só porque o outro tirou seu sorriso. O desapego é uma arte! E não vale a pena se conter, prender um sorriso, não contar uma piada, se fechar pro mundo por conta do outro.

A vida é curta demais pra vivermos como os outros querem.

 

E por último, mas não menos importante, na verdade o mais importante… Não deixe de praticar um pouquinho disso todo dia. Não exatamente isso, mas basicamente isso. Cada um tem seu mantra, cada um tem suas prioridades e suas necessidades. Mas quando ficamos bem com nós mesmos, todo o resto fica mais leve e mais fácil. É aquela velha máxima: “vibrações positivas atraem positividade pra vida”.  O mais difícil disso tudo é praticar lembrar de por em prática em cada ato, cada momento, porque acabamos colocando os problemas, queixas, preguiça antes de tudo isso… O homem é um tanto quanto pessimista em seus pensamentos, mas isso fica pra outro texto rs.

Faz essas mudanças uma semana e se melhorar faz outra… E mais uma… E de repente estaremos vivendo melhor praticando essas pequenas coisas todo dia. Eu to praticando tudo ainda, minhas mudanças são recentes mas, algumas coisas já ficaram mais leves e mais fácil de enxergar. Tipo AA, um passo de cada vez.