Arquivo da tag: casa

Amigos

Entra que a cerveja está gelada a gente come alguma coisa e começa a conversar
Cada um vai contando uma história, falando de suas viagens e o que fazem por aí
Já ví que não vamos dormir cedo, que ainda temos tantas risadas para compartilhar
Lembranças e coisas que não sabemos, vão aparecendo
embaralhadas na cerveja

nos preparamos pra tomar a saideira
e quem sabe uma a mais depois

Aproveitamos bastante a luz do dia, com sol e ventania caminhando por ai
lembramos das piadas antigas, inventamos algumas novas
encontramos mais algumas caras amigas
bebemos mais algumas e mais tarde outras mais

passamos bastante tempo juntos
a noite foi pequena pra tudo que aconteceu

A casa foi ficando vazia, cada um tomou seu rumo
e o dia foi chegando ao fim

ficamos com a saudade na mesa
e mais algumas boas historias pra nossa coleção

as portas estarão sempre abertas para sempre que precisar

Visita

Entra, senta. Toma um cafézinho (uma cerveja, um vinho).
Vamos conversar, se aconchegue… Você já é de casa!

Faz tanto tempo que não conversamos, mas sempre temos assunto.
Conta os segredos que não sei, me fale sobre as viagens que fez nesse meio tempo, me fale sobre você, sobre as histórias que já passaram e as experiências que viveu por aí.

Lembra daquele dia? E daquela vez que nós….?
É tão bom lembrar do nosso passado, das nossas histórias e das nossas vergonhas – afinal de contas, não foram poucas.

Fiz um bolo pra gente conversar um pouco mais.
Me conta sobre sua família, seu trabalho, seus sonhos.
Já comprou a casa que queria? Já visitou os países que planejava? Já trocou de carro? 

Vamos assistir o que estiver passando na TV, fazer os nossos comentários, esperar o trânsito passar.
Não vá embora sem lembrar dos nossos laços, das nossas brigas resolvidas e dos nossos porres adolescentes.

Não vá embora sem comer uma pizza, já pedi, não vai demorar!
Enquanto isso, vamos por uma musiquinha e falar um pouco mais.

Ah, o dia passou tão rápido.
É sempre muito bom te receber.
Não vamos deixar que a próxima visita demore para acontecer!
Até logo!

Links que vi por aí

Muito tempo na internet de bobeira faz com que a gente veja muito conteúdo – vezes útil, vezes inútil. Mas de todo o conteúdo, separei alguns links legais para compartilhar aqui. Talvez o conteúdo seja meio tardio, mas são legais, prometo!

cemanosdetattoo

Uma mulher é tatuada onze vezes, onde cada tatuagem representa um estilo de um icônico artista e a sua década. Pra quem ama tattoo, vai amar o vídeo também.

trabalhodossonhos

Ainda não encontrou trabalho dos sonhos? Também não, mas calma… Tem muita coisa por ai. Esse texto dá uma ajuda pra te colocar nos trilhos…

qtsamgs

Porque fazemos amigos? Existem várias e boas razões para fazermos amigos e esse vídeo mostra as amizades e seu processo evolutivo.

sairdecasa

Tantas pessoas que não moram mais nas mesmas cidades/estados/países que a família e amigos. Esse texto fala um pouquinho sobre a saudade que dá… Eu não sofro disso, mas espero que no dia que passar por isso estar preparada.

louco

Todo mundo quer ser normal, mas ser louco tem suas vantagens. Tem julgamento, tem pressão da família, tem sociedade enchendo o saco. PARA TUDO! Vamos ser loucos juntos <3

rainha do brejo.Um tapa na cara de todo mundo que caga regra:“tem que emagrecer”, “tem que ser assim”. Gente bonita é gente feliz e bem resolvida… Muito amor e muito lindo quando vejo pessoas assim.

 

1 ano juntos

No dia 21 de fevereiro de 2015, demos um passo para nossa vida de adultos: saímos de casa e fomos morar juntos. Foi um grande passo para a gente – até escrevi aqui quando mudamos – e agora já se passou um ano, e tô aqui pra escrever de novo como tá sendo.

Morar longe dos pais não é um bicho de sete cabeças

Não sei vocês, mas sempre me pareceu que quando eu fosse morar longe dos pais as coisas iam desandar: ia faltar dinheiro, ia ficar sozinha, nada ia dar certo. Na verdade, as coisas não são bem assim, e no nosso caso nada assim. Você acaba adquirindo algumas manias pra manter a casa em ordem e você descobre que a sua ordem é diferente da casa dos seus pais. Com o tempo, as coisas vão ficando do nosso jeito e ganhando o nosso formato.

Acabamos ficando mais responsáveis com algumas coisas (como pagar as contas em dia, dinheiro pro mercado e pra feira contado, reguladas idas em bares), e fazendo uma rotina que encaixasse no nosso dia (acordar depois das 11h no final de semana sem ninguém te olhando de cara feia por isso). Tem dias que acordamos cedo, tem dias que lavamos louça só depois do jantar, tem dia que passamos no sofá… E ninguém pra nos mandar fazer diferente.

Morar junto está sendo uma experiência muito boa, pois além de toda a liberdade que ganhamos, acabamos nos conhecendo mais ainda (afinal de contas, são 5 anos juntos) e conhecendo todos os defeitos e manias um do outro – o que é bem mais legal. Crescemos nesse 1 ano, ficamos mais íntimos e mais cúmplices.

1anojuntos

É difícil?

Tem vezes que sim; tem vezes que você quer colo de mãe, ou quer que tudo esteja no lugar que era antes. Mas essas vezes são a minoria, talvez mais no começo do que agora. Tem dias que um quer A e o outro quer B, mas faz parte de conviver com outra pessoa.

Sim, esse foi só o primeiro ano e como diz o povo, primeiro ano são rosas. Mas não posso deixar de agradecer esse ano que passou que foi maravilhoso para mim – e espero que pra ele também. Um ano que ganhei liberdade, que ganhei amor, que ganhei suporte e de total crescimento e felicidade. Ganhamos experiência, fizemos tudo como queríamos, ganhamos um cachorro, fizemos da casa um lar, recebemos amigos, recebemos família, ficamos sozinhos. Um ano de alegria e meu esforço sempre será para que todos os anos morando junto sejam assim: leve.

Sobre casas e decorações

Sempre vi blogs de decoração e pensava em como seria minha casa quando tivesse uma. No começo do ano passado sai de casa e então, pude decorar tudo como queria (escrevi sobre isso aqui). E vira e mexe vejo coisas novas, tanto pra servir de inspiração aqui em casa, quanto para ver como as pessoas decoram suas casas.

Moro num studio e vira e mexe eu dou uma olhadela na janela ao lado pra ver como as pessoas decoraram, se decoraram, suas casas. E é legal ver que um mesmo “quadradinho” é posto de maneiras diferentes. E  aí vi algumas matérias que mostram apartamentos do mesmo prédio, porém cada um com sua cara… Achei bacana e resolvi compartilhar duas matérias de pessoas que vivem no mesmo prédio, porém de maneiras completamente diferentes:

hypeness

Nessa série, o fotógrafo romeno Bogdan Gîrbovan mostra de maneira bem criativa de como vive cada um dos vizinhos, as diferenças entre os apartamentos de um mesmo prédio através dos andares. É muito legal, pois nem parece que o apartamento é o mesmo.

trip

Essa segunda, a fotógrafa Carol Quintanilha registra famílias que receberam as chaves de suas primeiras casas e escolheu dois cômodos para registrar a identidade de cada casa que mesmo com arquiteturas idênticas, ganharam a personalidade de cada dono.