Arquivo da tag: cerveja

Amigos

Entra que a cerveja está gelada a gente come alguma coisa e começa a conversar
Cada um vai contando uma história, falando de suas viagens e o que fazem por aí
Já ví que não vamos dormir cedo, que ainda temos tantas risadas para compartilhar
Lembranças e coisas que não sabemos, vão aparecendo
embaralhadas na cerveja

nos preparamos pra tomar a saideira
e quem sabe uma a mais depois

Aproveitamos bastante a luz do dia, com sol e ventania caminhando por ai
lembramos das piadas antigas, inventamos algumas novas
encontramos mais algumas caras amigas
bebemos mais algumas e mais tarde outras mais

passamos bastante tempo juntos
a noite foi pequena pra tudo que aconteceu

A casa foi ficando vazia, cada um tomou seu rumo
e o dia foi chegando ao fim

ficamos com a saudade na mesa
e mais algumas boas historias pra nossa coleção

as portas estarão sempre abertas para sempre que precisar

Lá vem o verão, cheio de paixão…

Biquíni, praia, mar, sol. Ah, o verão.
Viagem com amigos, cervejinha pós trabalho, bloquinhos de carnaval, pele bronzeada.
Protetor solar, cabelos ressecados, cloro da piscina e pele descascando.

Porque as pessoas gostam do verão?

A minha teoria é o seguinte: o verão contempla três meses do ano, final de dezembro até o final de março, e todo esse clima de calor já se envolve com a felicidade de final de ano e começo de ano. Todo mundo gosta dessa época do ano (só você que não, diferentona), natal, ano novo, carnaval, feriado, férias… Enfim, o verão é tido como uma época mais leve e de alegrias.

verão wallpaper

E assim que começa o horário de verão, já vemos mais as caras das pessoas nas ruas, os bares cheios, as festinhas começando. A mulherada já aprontando o biquíni no fim de semana pra ficar com marquinha de bronzeado e todos achando uma oportunidade para colocar as perninhas de fora.

Tem gente que não gosta, até porque o verão no Brasil não é fácil de aguentar. País tropical, sol demais, mosquito (e agora o Zika)… Mas não tem como lutar muito contra a maré – a não ser que fique o dia com ar condicionado enfiado no cu ou tenha dinheiro pra passar uma temporada fora do país -, o jeito é se jogar no clima festeiro que o verão nos proporciona (ou se jogar no Netflix) e saber aproveitar do jeito que dá.

Eu vezes gosto e vezes desgosto mas, pra quem não gosta, relaxa porque as outras estações já estão chegando.

Esse calor todo me inspirou a fazer alguns rabiscos…

Comida Alemã

No ritmo do OktoberFest – aqui no Brasil, em Blumenau, é comemorado em outubro mesmo -, resolvi usar todas as minhas habilidades na cozinha (cara de pau e força de vontade) para fazer uma comidinha tipicamente alemã e poder harmonizar com algumas cervejas especiais. E mais uma ideia pra tag #30dias30ideias, que deu bem certo!

Tirei foto? Claramente que não, mas vou compartilhar a receita mesmo assim, porque deu bem certo e é bem facinha… Caso alguém queira ou pra registros culinários futuros.

20151009_131507

Prato do dia: Paprika schnitzel e spatzle

receita pro Paprika schnitzel

Carne

O normal é fazer com lombo de porco, mas eu fiz com picanha suína e ficou bem bom também. A receita pode variar, com frango ou carne, mas a original é carne de porco empanada. O tempero é a gosto, mas cebola, sal, salsa e pimenta sempre é uma boa pedida. Não tempere com nada forte para não cobrir o sabor do molho.

Molho

  • 1/2 l de creme de leite fresco
  • 4 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de água
  • 1 colher (sopa) de páprica doce
  • 2 colheres (chá) de páprica picante
  • 1 pitada de pimenta-do-reino branca
  • 1 colher (chá) de sal
  • salsinha picada para decorar

Mais fácil que isso não dá… Só aquecer o creme de leite em uma panela e acrescentar a farinha diluída em água aos poucos, pra não empelotar. Vai mexendo por cerca de 5 minutinhos. Aí só colocar a páprica doce, a picante, a pimenta e o sal. Continua mexendo, até engrossar. Aí só colocar sobre os filés de lombo e fim.

receita Spatzle:

  • 250 gramas de farinha de trigo
  • 2 ovos
  • 1 colher de chá de sal
  • 125 ml de água
  • sal e pimenta a gosto
  • 300 gramas de queijo mussarela
Pra metade da população que não tem cortador de spatzle

Pra metade da população que não tem cortador de spatzle

A receita original pede que todos os ingredientes sejam mexidos no punho (literalmente), mas como não é muito prático e estraga o esmalte dá pra mexer com colher de pau, desde que se mantenha uma constância. Depois que a massa tiver uniforme e com bolhas, deixe descansar por 15 minutos. Coloque uma água pra ferver, e quando estiver fervendo, começa a emoção. Minha família não é alemã e eu não tenho uma maquininha pra fazer os spatzles, então o jeito foi improvisar. Pra quem tiver escumadeira ou escorredor com furinhos grandes, vale a pena. Senão, um ralador com o “buraquinho” grande ajuda bastante. Aí só passar a massa pelos buraquinhos e jogar na água quente. Quando a massa subir, escorra ela e reserve. Depois de tudo pronto, esquente uma manteiga na frigideira e passe a massa para dar uma douradinha, aí é só servir.

E pra entrar no ritmo, uma música temática pra cozinhar junto (depois de algumas cervejas, já da pra fazer a coreografia):

The Apple City – Parte 1

IMG_20140801_214722Estava de férias nesses últimos dias e aproveitei desses dias majestosos e merecidos que são as férias para viajar. Dessa vez a cidade escolhida foi The Apple City, The Big Apple ou Nova York para os não tão íntimos rs.

Todo mundo ama NY, já que essa cidade representa mais do que uma cidade qualquer. Representa todas nossas lembranças de filmes, seriados, músicas, paixões… Quem nunca pensou em andar pela cidade e viver a vida da Carrie Bradshaw, ou ir no incrível Empire States do King Kong? Tocar o piano gigante que nem o Tom Hanks, no filme Big (Quero ser grande)?! NY é cinematográfica e a viagem não tinha como ser ruim. Era como se já conhecêssemos cada lugar, como se já tivéssemos ido lá.

Primeiramente, hospedagem: Airbnb. Já ficamos em vários ap’s em diversos esquemas diferentes no Airbnb aqui no Brasil, e arriscamos ficar em NY também! Não tem muito segredo, procuramos a hospedagem que cabia no nosso bolso e que fosse perto de metrôs. NY é rodeada de metrôs… Você consegue atravessar a cidade de metrô, ir pra praia, pro centro, pra dentro da ilha e fora da ilha, e isso é o máximo! Então qualquer hospedagem em qualquer lugar que tenha metrô perto, vai ser perfeito! Nada de luxos, afinal de conta, mal ficamos no quarto… Ficar na ilha de Manhattan é o ideal, mas ficar em Williamsburg ou no Brooklyn é bom também! Tem hospedagens mais baratas por lá, com metrô perto e o bairro também é tranquilo.

Ficamos 10 dias na cidade, mas com 7 dias você consegue conhecer todos os pontos, e com 5 dias você consegue ver os principais. Em 10 dias nos demos o direito de ir pra praia, de ir para o parque fazer picnic, compras e fazer tudo na paz e tranquilidade de umas férias…

Dia 01- Rockefeller Center,Toys ‘R’ Us e  Dallas BBQ

Chegamos as 8h e pegamos uma pesada fila na migração. Como não tínhamos contratado shuttle/traslado e não queríamos gastar com táxi, arriscamos e fomos de metrô. Sim, você vai se perder no metrô. Não é fácil, as vezes não é muito dedutivo, mas com o tempo vai se aprendendo… Ou se acostumando a se perder rs.

Almoçamos no Calexico – restaurante mexicano mara!- e fomos pro AP nos recuperar das 9 horas de viagem direto. Ai de noite, fomos conhecer o centro.. Passando pelo Rockefeller Center, que cada época do ano tem uma exposição diferente na praça, visitamos a loja de brinquedos Toys ‘R’ Us, que tem uma roda gigante dentro, miniaturas de Lego, super-heróis espalhados e muitos brinquedos/crianças/adultos se divertindo com tudo. A loja fica bem na Times Square, e aí não tem como não se maravilhar com a rua completamente iluminada, cheia de vida e de pessoas (muuuuuitas pessoassss!)

dia 01

NY é uma cidade 24 horas, e a Times Square x Broadway são a prova disso. Passamos milhões de vezes por lá e por vários horários diferentes, e sempre movimentada, sempre cheia de luzes e sempre cheia de “cinema” dentro dela! Um lugar lindo, que tem que ir, mas que depois, começa a ficar cheia demais pros passeios do dia-dia.

Fechamos a noite comendo no Dallas BBQ, um restaurante que tem uns drinks muito bons (tomamos piña colada – $9 o copo grande) e costelinha de porco com BBQ, frango assado com BBQ, tudo com BBQ! Uma loucura, muito bom e pratos bem servidos…

 

Dia 02 – Brooklyn Brewery, Friends, Sex and the City e The High Line

Depois de uma boa noite de sono, fomos visitar a cervejaria de NY (tem várias, mas essa é a mais famosa por aqui no Brasil), a Brooklyn Brewery. De fim de semana, a cervejaria oferece tour gratuito, e pra quem quiser ver na semana, o tour é cobrado ( $10 dólares com direito a degustação) e tem que ver a disponibilidade no site. Fomos no domingo, e conseguimos fazer a visitação na parte da tarde, tivemos que esperar um pouquinho, mas conseguimos visitar (ahh, o tour de fds é das 13h as 17h). Enquanto não dava nosso horário, ficamos no bar, que é um espaço imenso com banheiro, onde você pode degustar todas as Brooklyn’s (cada 5 fichas, $20).

dia 02

Saímos de lá, depois da visita e da degustação, e fomos visitar os dois pontos dos seriados que eu amo Friends e Sex and The City <3 Muita caminhada, mas chegamos nas faixadas da casa da Carrie e depois da casa da Monica, Rachel, Joey e Chandler! Mapinha da onde ficam os lugares aqui.

Algumas fotos depois e uma parada pra descansar da caminhada, fomos passar o final da tarde (que estava encoberta para ver o por do sol 🙁 ) no High Line – um parque construído na linha de trem abandonada pelos residentes que moram no bairro. Super bem cuidado, cheio de flores e pessoas passeando… Um ótimo lugar pra descansar no fim da tarde e esquecer um pouco da cidade no meio da cidade.

 

Dia 03 – Estátua da Liberdade, Wall Street, Pier 16, Grand Central e Magnólia Bakery

Reservamos a manhã pra ir na Estátua da Liberdade. Quando chegamos em NY o tempo estava com uma cara fechada, nebuloso e com garoa. Mas, passado o fim de semana, o tempo abriu e o verão nova-iorquino nos mostrou o que tinha de melhor: o sol! Um sol maravilhoso, quente e cheio de amor pra dar… Muito calor e muito turista! A época do verão também é época de férias por lá, e todo mundo quis começar a segunda-feira turistando e visitando a tal da Senhora Liberdade. Compramos o ingresso ($15) e pegamos o barco pra ir na ilha! A estátua da liberdade é pequena, mas a ilhota tem seu charme, e não tem como não imaginar filmes e séries passando por lá. Um passeio que todo turista tem que fazer! Passamos a manhã inteira por lá e aproveitamos também pra saborear um cachorro quente, desse de rua… Sem maionese, sem batata palha, mas nada sem graça. Pedimos de linguiça picante e super valeu a pena!

dia 03

Saindo de lá, passamos pelo touro de Wall Street, e como a cidade tava cheia de turistas, o touro estava cercado… Foi difícil, mas conseguimos passar a mão na bola do touro e agora só esperar a sorte aparecer! Ainda lá perto, fomos visitar o Pier 17, mas descobrimos que o pier está fechado para obras até 2016. Ficamos no Pier 16, que tem um barco de pirata, um clima agradável, uns trapézios de circo (com orientadores) e uma bela vista para o Brooklyn!

Ficamos vendo o entardecer por lá e antes que acabasse o dia, pegamos o metrô e fomos conhecer a Grand Center Station. E realmente, ela é linda.. Cheia de iluminação, teto desenhado e chão com piso brilhante, a Grand Center Station é um ponto que deve ser conhecido… A disparidade dela com as demais estações de metrô é tanta que vale ficar uns minutinhos lá dentro para conhecer.

dia 031

Andamos mais, comemos o pedaço pizza de $3 (vende em quase todas as esquinas e é muito bom!) e fomos até o Rockefeller conhecer a Magnólia Bakery… Padaria das meninas do Sex and the City e que vende um cupcake maravilhoso <3 Compramos de dois sabores, mas fica a dica: baunilha com chocolate é o melhor disparado!

Dia 04 – Rockefeller, LEGO, Top of The Rock, LOVE, FAO Shcwarz, 5 avenue, Rickys e Rudy’s

Já tínhamos visitado o Rockefeller Center a noite e visitamos de dia também! Tinha uma escultura meio “modernosa” (não entendi até hoje o que significa) e muitas pessoas andando por lá. Logo na frente do Rockefeller, tem a loja da Lego. Uma loja pequenininha que vende peças separadas, kits e tem um dragão feito de Lego que cruza a loja inteira. Depois da visitação, fomos ao que interessava: Top of the Rock.

dia 04

No Top of the Rock é possível ter uma visão da ilha de Manhattan inteira e dos edifícios Chysler e Empire States, do Central Park e até da Estátua da Liberdade. A entrada é bem salgada ($24) e ainda estou avaliando se compensa ou não pagar tudo isso.. Como já tinha pago, o jeito foi aproveitar a linda vista e passar umas horinhas por lá. É tudo bem construído para o turista, desde a recepção até o elevador.

Depois disso, fomos no big LOVE da cidade tirar umas fotos e encher o coração de amor, e depois disso uma passada na incrível loja de brinquedos FAO Schwarz. Cheia de doces, brinquedos, crianças e adultos se encantam com essa loja… Não tem como não voltar no tempo, ver Lego, Comandos em Ação, Barbie, Muppets Baby… E ver o Big Piano (que de Big só tem o nome)… A loja é bem legal e vale a pena ser visitada. Na mesma calçada, tem uma loja da Apple (a primeira loja) cheia de brasileiros comprando IPhone e de todo mundo usando wi-fi.

dia 041

Andando pela 5ª avenida e babando pelas vitrines caríssimas e chiquetosas, passamos por uma Rickys. Rickys é uma loja de cosméticos e vende tudo para cabelo que você precisar! O preço não é o melhor do mundo, mas comparado ao Brasil é maravilhoso! Entre cremes para cabelo, baby liss, chapinhas, esmaltes… Nos fundinhos das Rickys tem um sexy shop!

Fim de caminhada, fomos parar para molhar as palavras, pois o dia tava quente! Beber (e comer) em NY não é barato e procuramos (Google) um bar com a cara americana de ser e a preços que cabiam no bolso. Achamos o Rudy’s: bebida barata ($10, pitcher), pessoas jovens, clima agradável e cachorro quente de graça! Passamos a noite por lá, fizemos amizades e fomos embora cambaleando metrô adentro.

continua

Drops da Semana

22-04

Nem vou perguntar como passaram fim de semana, porque com esse feriado prolongado fica até chato esclarecer o óbvio… Claro, que tem gente que trabalhou, tem gente que não viajou, que N coisas aconteceram, mas a grande maioria aproveitou o feriado, na cama, na casa, na viagem, debaixo das cobertas…

Na semana passada comemorei 3 anos juntinhos com meu namorado. Entre tapas e beijos, conseguimos superar mais umas fases, conseguimos realizar mais alguns objetivos e completamos mais um ano juntos <3 E não tinha como não ter uma celebração, num jantar romântico ~~a luz de velas~~ cheio dos mela mela… O lugar escolhido foi o L’amitié, e depois com mais tempo, vou escrever minhas impressões pra vocês! 😉

Noite especial e fomos para o feriado! Acabamos indo de bus, aí pegamos o da madrugada e chegamos na sexta cedim pra aproveitar o solzão e o abraço quente do Rio de Janeiro! Ô terra gostosinha, que podia me dar um emprego e me deixar morar por lá ;P

10291844_863854416974200_2131805744129896834_nFicamos em Ipanema, no esquema do AIRBNB, que também vai merecer um post dedicado com as minhas dicas e sinalizações, mas fica a dica pra quem quiser conhecer e mexer no site.

Bares, samba, cerveja, praia e descanso! Esse foi o resumo do meu feriado e semana que vem tem outro! o/ Eu não vou enforcar a sexta, mas de descansar mais uma vez no meio da semana já me dá vontade de fazer novos planos pra aproveitar mais um tiquim dessa liberdade provisória…

Deveria ter postado isso ontem, mas a preguiça pós feriado se instalou no meu corpo e no de todo mundo, diga-se de passagem e só consegui tomar vergonha na cara pra fazer post pra essa semana hoje 🙁

Essa semana vai ter muita coisa atrasada? Sim… Mas prometo que semana que vem as novidades estarão tinindo aqui nas nega!

IMG_20140418_114839-MOTION

gif love <3