Arquivo da tag: filme

mesa cheia, coração cheio e barriga cheia

fiquei um mês sem fogão, e não foi bom. cozinhar pra mim sempre foi uma válvula de escape. não estou falando de fazer o arroz e feijão de todos os dias, mas sempre que me sinto ansiosa e/ou preciso deixar a cabeça vagar por algumas horas, invento alguma arte (como diria a minha mãe). me perco nas receitas que tenho salvas em um caderno, fuxico alguns livros encalhados, misturo algumas receitas e faço alguns experimentos. nem sempre fica bom, mas são sempre horas que me alegram e me fazem bem.

na minha família, a cozinha sempre foi importante. as maiores lembranças que tenho são em volta da mesa, no café da tarde da casa da minha vó. a gente comprava pães, frios e minha vó fazia cuscuz – do nordestino – e a família se encontrava no final de semana. era conversa jogada fora, risadas, broncas, bagunças, tudo em volta da mesa da cozinha. mesmo depois de minha avó falecer, os encontros continuaram entre tios e primos, seja na hora do café da tarde ou num almoço de domingo. sem falar nos pratos de pirão de frango, do feijão apimentado que meu avô cozinhava, das laranjas que minha vó cortava e distribuía para a netaiada, a cozinha cheia de tarefas distribuídas nas vésperas de natal, a salada de fruta com mil mãos participantes, as receitas de gelatina que sempre davam errado, enrolar docinhos antes das festas de aniversário, fazer “pickles” para acompanhar a cerveja.

trouxe um pouco disso comigo. vira e mexe gosto de juntar alguns amigos em casa e fazer um café da tarde, ou um jantar, ou qualquer coisa que nos deixe em volta da mesa por algumas horas, conversando, rindo e trocando histórias. comida pra mim é alegria e poder compartilhar com quem a gente gosta é melhor ainda.

“a 100 passos de um sonho” junta duas culturas de dois mundos diferentes: o indiano e o francês. de um lado mostra toda a alegria, os laços, a resiliência e luta da família indiana e a sofisticação, arrogância e mal humor francês. além da comida que é o tema principal do filme, a história aborda as diferenças étnicas, a intolerância e ainda tem espaço pra um romance a la sessão da tarde. um filme leve, gostoso, com humor e clichês mas sem ser cansativo. perfeito para um domingo pós almoço.

“street food” é uma série do Netflix que impossível assistir de estômago vazio. e mesmo de barriga cheia, a série dá água na boca. cada capítulo conta uma história diferente com comidas de rua encontradas na Ásia. além de tudo, a imagem da gravação é feita de forma intensa, imagens da comida em câmera lenta, a comida sendo preparada, o fogo, os ingredientes e a história que nos tocam a alma, fazem com que a série seja deliciosa em várias camadas. a comida de rua é mais do que isso, é história, é tradição, é superação, é toda uma vida.

“kitchen stories” é um aplicativo que ultimamente me inspira a fazer receitas novas. bem fotografado, fácil usabilidade, dá pra criar receitas próprias, pra pegar receitas de colaboradores e claro, as receitas do próprio aplicativo. tem receitas para todos os níveis de dificuldade, tempo e ingredientes e tem vídeos de processos para ajudar nas receitas. (em inglês)

Mais uma vez Netflix

Indicações rápidas e rasteiras pro Netflix da semana. Tá friozinho, tá convidativo para sentar no sofá e assistir um filminho, então eu venho aqui compartilhar rapidamente três filminhos bons para ver no Netflix. Três estilos diferentes, porém três programações legais! Olho no lan-ce:

sete-dias-com-marilyn_t26886_9Sete dias com Marilyn

Drama, romance e Marilyn Monroe. Esse filme conta a história do assistente da Marilyn e seu convívio com ela durante suas gravações em “O Príncipe Encantado”, em Londres. Eles vivem um romance, mas Marilyn era um pouco descompensada da vida, e durante o filme vai mostrando todo esse envolvimento. É bem legal, vale a pena as horinhas assistidas e tem um elenco ótimo, contando com Eddie Redmayne – protagonista da Garota Dinamarquesa, Emma Watson e Michelle Williams.

os-suspeitos-01Os Suspeitos

Puta que me o pariu, prepara o cu meu filho! É suspense do começo ao fim, e olha que eu não sou muito fã de suspenses, mas esse tá de parabéns. Conta a história de duas famílias que são amigas e tem filhas da mesma idade. Aí eles se visitam e de repente as meninas são sequestradas, daí começa toda a desgraça. Um cara é preso como suspeito, só que não se tem provas contra ele e ele é solto. O pai de uma das meninas fica puto e vai fazer a famigerada justiça com as próprias mãos. Tem Wolverine (Hugh Jackman), tem Viola Davis, tem Jake Gyllenhaal.

imagesThe Mask You Live In

Não é filme, é um documentário. Mas que documentário bom. Recomendo principalmente para todos os homens, mas todo mundo tem que ver. TEM QUE VER! Esse documentário levanta o questionamento sobre a criação dos meninos, toda a definição de masculinidade que é passada para frente e como isso reflete na sociedade. É muito bem feito, é bem real e é bom pra gente tomar um choque de realidade.


Pra ver mais dicas, segue no Snapchat Daya Lima. É isso, até a próxima!

Um pouquinho mais de Netflix

Acabou as Olimpíadas NÃÃÃÃOOOOO!!!
Sem mais jogos diferentes, sem mais torcidas para o Brasil, pro Bolt, pro Phelps. Não tem mais vôlei, basquete, salto, ginástica. Mas ainda temos o Netflix.

Nesse quase 1 mês de Olimpíadas, deixamos de lado nossas séries e deixamos de abrir o tão querido Netflix, confessa vai!? Então, para voltar a vida normal, nessa segunda feira de frio e chuvinha em São Paulo, deixo aqui poucas, mas de coração, dicas do que assistir no Netflix essa semana.

the_get_down2The Get Down

Essa é uma série nova do Netflix e é a nova queridinha depois da Strange Things – mas calma, tem uma pegada totalmente diferente. Ela retrata os anos 70/80 na cidade de NY, mais especificamente no Bronx e mostra o surgimento de um novo movimento musical, o hip-hop, o movimento dos grafiteiros, drogas, política e a vida de um grupo de adolescentes que vão se descobrindo no meio de todos os problemas e oportunidades que vão aparecendo. É uma série bem musical, bem realista e eu gostei pra caramba. Os episódios são de mais ou menos 50 minutos (com exceção do primeiro que tem 1h30) e super vale a pena assistir.

Cot_M4_UMAEcAhfLovesick

Outro original Netflix, mas totalmente água com açúcar. É uma série que conta a história de um cara que foi diagnosticado com clamídia e aí ele vai atras de algumas ex namoradas para contar que tem a doença. Nesses encontros e lembranças, alguns segredos do passado vão aparecendo e ele descobre sua verdadeira paixão. É uma série bem curtinha, tem apenas 6 episódios e cada um tem cerca de 20 minutos, então pra quem quiser uma série rapidinha antes de dormir, essa é a dica.

16556104_3Here comes the Boom

Esse é filme e é de comédia (que não costumo assistir), mas é uma comédinha bacana. Conta a história de um professor que ajuda a não fechar o departamento de música da escola em que trabalha. Nisso ele vira lutador pra ajudar a levantar uma grana e meio que vai dando certo. Não vou falar mais nada porque se não eu falo tudo, mas pra quem tá afim de um filme levinho, essa é a dica dessa vez.

nocauteNocaute

Esse também é um filme de luta, mas mais voltado pro drama, na verdade ele é só drama. Conta a história de um ex lutador que sofre uma tragédia e tem que se reerguer em frente a todos os problemas que aparecem. Conta uma história de superação, um drama familiar e de amizade. Não é um filmão, passaria no Tela Quente mas é gostosinho de ver. Tem o corpo saradasso do Jake Gyllenhaal que já vale a pena a assistida.

 

Fotos!

20-01

Esse fim de semana, ou melhor, essa semana, foi marcada por muitas fotos… Muitas fotos ruins, porém em quantidades foram muito ruins mesmo. Pedimos uma GoPro Hero 3 de Natal, mas o Papai Noel resolveu atrasar um poucão! Mas valeu a pena!

Tinha visto várias pessoas usando e tirando fotos maravilhosas com a GoPro e como tínhamos a oportunidade e grana pra comprar, acabamos fechando negócio! Realmente, a câmera é pititica, mas o estrago que ela faz é demais! Estamos aprendendo a mexer e agora, usando uns aplicativos de edição… E programando a primeira aventura pra tirar fotos mais interessantes! o/ To pensando até em fazer uns vídeos tosqueiras pra gravar aqui….

Além disso, essa semana também teve coxinha no Frangó, que pra quem não conhece, tem dica do Boteco do Dia aqui. Provamos algumas cervejas e no fim de semana não foi muito diferente… Ganhamos no final do ano passado, um kit da cervejaria Ravache e está aprovada! Principalmente a Dunkel, que tem um sabor tostado que muito me agradou!

Foi final de semana de comer besteiras, pizza, esfiha e sorvete… E de ver muitos filmes na tv, entre eles, os que eu lembro:

  • João e Maria – Não tinha visto ainda.. Uma história bem água com açúcar e dá pra ver junto das criancinhas.
  • As aventuras de Pi – Já tinha visto, e é muito bom! No começo não botava fé, porque pra mim filme que tem bicho já entra no negativo.. Ok, errei feio! O filme é muito bom e emocionante e super vale a pena ver.
  • O lado bom da vida – Também super recomendo, a história dos bipolares que se apaixonam de um jeito bem peculiar… Muito legal.
  • Para sempre – Baseado em fatos reais, esse filme é bem legal também. A história de uma mulher que perde a memória em um acidente de carro e esquece da sua vida de casada, e o marido quer reconquistá-la, mas envolve muitos problemas familiares que ela vai descobrir depois…

Tem mais alguns, mas esses são os que eu lembro, e foram mais legais. Assisti também Homem de Ferro pela milésima vez, mas o filme é bom, o ator melhor ainda, e não tem como reclamar quando o muso do Robert Downey Jr aparece nas telas, não é mesmo!?