Arquivo da tag: homem

Onde abunda nada falta (para homens)

Depois de mil anos sem postar uma bundinha por aqui, hoje tomei vergonha na cara e deixei a abundancia falar mais alto! Primeiramente para os homens, e aqui a pouco o retorno pra mulheres também… Com o tema de outono, já que o friozinho está batendo na porta, onde abunda nada falta, volta com mais uma edição das melhores bundinhas <3

bunda

Sobre estupro

Semana passada foi feita uma pesquisa super polêmica e com o resultado mais polêmico ainda, realizada pelo IPEA e divulgada pelo Estadão. O principal resultado da pesquisa trouxe que:

65% dos brasileiros acham que mulher de roupa curta merece ser atacada

Milhões de comentários e debates sobre essa pesquisa estão sendo debatidos em sites, na time line do Facebook, blogs, twitter.. E não tinha como ser diferente. Inadmissível viver nos dias de hoje com esse tipo de pensamento na sociedade.

Ninguém merece ser vítima do estupro. Ninguém tem culpa de ser estuprado. Aliás, a culpa é unica e exclusivamente do estuprador. É muito chocante que a maioria das pessoas achem que realmente a mulher tem culpa, que o jeito de se vestir e agir dá direito de acontecer um ato tão nojento, tão criminoso! Dá vergonha de ver que a pesquisa aponta as mulheres como erradas, que vivemos numa sociedade com o machismo tão enraizado e que as pessoas acreditam mesmo que há uma razão para o estupro. Apenas que, dá vergonha… Me faltam palavras pra expressar tamanha vergonha, indignação e tristeza que me dá quando o assunto é esse.

Vamos pegar os exemplos que temos em casa. Sua mãe, sua irmã, sua tia, sua filha. Se alguma delas sair com “a roupa certa para o estuprador”, quem tá errado nessa situação? Essa “cultura do estupro” tem que acabar! Ainda não me entra de jeito nenhum na cabeça que esse tipo de assunto é debatido no sentido inverso, que estamos caminhando pro contra, não estamos avançando em nada! Esse machismo nojento que ainda perpetua na sociedade tem que acabar. Nós mulheres não podemos mais viver com medo, as margens e ainda mais “ser culpada” por uma coisa tão inescrupulosa e sem sentido.

“Ahh é a roupa curta.. é o jeito… é o comportamento”. Não há justificativa, pois não faz sentido pra todo esse desvio de conduta que acontece na sociedade. Apareceu um alguém X com um artigo na Veja, falando que a pesquisa induz aos resultados, que fala que sobre ATAQUE e não estupro. Amigão, nenhuma mulher quer ser atacada. Não queremos receber cantada de pedreiros, mexidas na rua, ser agarrada na balada, tomar tapa na bunda e nem encoxada no ônibus. A gente quer respeito e dignidade, independentemente da roupa, do jeito, do comportamento. Porque isso não significa nada, isso não significa que a mulher pode ser julgada… E quando você faz isso, julga e a classifica como puta, despudorada, fala que ela “ta pedindo”, você faz parte dos 65% que está de acordo.

Foi lançado um movimento nas redes sociais  #EuNãoMereçoSerEstuprada, onde as mulheres aparecem nuas, da cintura pra cima e fotografam com uma placa cobrindo os seios a frase: “Eu não mereço ser estuprada!”. E nenhuma mulher merece mesmo… E sem mais palavras pra minha revolta, termino o post com as fotos do movimento e que sirva de reflexão para as pessoas que responderam essa pesquisa…

estupro

 

Tatuagem

Já falei aqui que Papo de Homem é tudo de bom, e as vezes (muitas delas) eu vejo uns posts que super quer dizer o que eu queria ter dito, só que de uma forma melhor até, e ai venho eu com toda essa cara amadeirada e chupinho os posts dele! Sim, eu sei, isso é péssimo e Deus tá vendo…. Mas realmente vale a pena… Esse pecado terá perdão! Esse post da Tatuagem é do Bruno Passos, confere só!

———–

Quantas vezes você pensou em se tatuar e acabou desistindo porque não sabia qual seria o desenho?

Você pode ter ficado chateado, mas seu problema é menor perto de quem, mesmo sem saber o que queria, seguiu o impulso e mandou bala no primeiro desenho que teve em mente (ou que viu no estúdio).

Fique tranquilo amigo. Se está para fazer sua primeira tatuagem, tenho algumas palavras que lhe serão úteis.

Primeiro, claro, vamos as dicas clássicas:

Evite escrever nomes de pessoas

Evite escrever nomes de pessoas

 

Não escolha tatuador pelo preço

Não escolha tatuador pelo preço

 

Não faça um desenho sem saber seu exato significado. Desenhos  bonitos podem ter origens bem obscuras

Não faça um desenho sem saber seu exato significado. Desenhos bonitos podem ter origens bem obscuras

 

Não escreva em um idioma que não domina sem consultar um profissional de línguas

Não escreva em um idioma que não domina sem consultar um profissional de línguas

 

Não vá tatuar chapado, mesmo se tiver escolhido o desenho sóbrio (é muito provável que vá sangrar mais e doer mais, isso se o tatuador não mandar você pra casa)

Não vá tatuar chapado, mesmo se tiver escolhido o desenho sóbrio (é muito provável que vá sangrar mais e doer mais, isso se o tatuador não mandar você pra casa)

Agora vamos às três observações que eu quero realmente lhe falar:

1. “Eu queria fazer, mas tem a dor…”

Lembra quando você era criança e seus pais te avisavam para não descer aquela ladeira épica no rolimã, skate ou bike e que, se você “ou-sa-se” fazê-lo, não só ficaria de castigo como também iria se ralar inteiro?

Pois bem. Seus pais iam trabalhar e suas mãos já estavam suando. As crianças menores já sabiam, todos te olhavam como se você fosse o cara mais perigoso da rua. Uma última analisada na estratégia e você soltava um risinho nervoso e desafiador antes de acelerar como se não houvesse amanhã.

Era bom, hein, moleque?

Sim. Rendia um belo castigo e um ralada ardida, mas, enquanto aquela cicatriz estivesse ali, você iria se lembrar de como era ser livre e seguir seu próprio caminho, aquela sensação única da infância, de desafiar o mundo se divertindo.

Mês retrasado, quando fiz outra tatuagem, foi a última vez que me senti assim.

6

A mão sua, o ralado queima, mas o vento da ladeira sempre faz valer a pena a cicatriz.

Se você aguentava o tranco quando era criança, por que acha que — adulto — não fará o mesmo?

Tenho duas tatuagens.

Minha primeira foi o contorno de um bico de pena no indicador. Fiz um desenho feioso que um amigo tatuador, de Marília, fez a preza de passar para minha pele e, rapaz, foram 15 minutos de uma dor dos infernos. Mas saí de lá com um sorrisão que não cabia em mim.

7

Minha segunda tatuagem foi no braço esquerdo, um barco dentro de um mar revolto, acompanhado de uma baleia, feita aqui em São Paulo.

O contorno começou bem doído, mas depois de meia hora você se acostuma a dor. O sombreado, ao contrário, começa com você dando risada, ainda mais por vir depois do contorno, mas com o tempo (se for um desenho grande) é ele o danado que realmente castiga.

Foram 2 horas e meia para finalizar o desenho e, ainda assim, bem mais agradável do que passar 15 minutos no indicador.

8

Quer saber: nenhum dos dois é o fim do mundo se você já ralou o joelho uma vez. A única diferença é que, por incrível que pareça, fazer tatuagem sua muito mais (você verá).

Agora vamos para a segunda observação:

O significado

Não se engane. Este assunto vai muito além de simplesmente falar para você evitar desenhos da moda.

E não entenda errado: se você tatuou uma carpa nas costas, um símbolo do infinito no pulso ou, pra ser mais atual, uma âncora no antebraço, nada disso é necessariamente ruim, contanto que para você isso signifique alguma coisa.

A tatuagem é uma forma de expressão, portanto, um desenho em sua pele estará sempre dialogando não só com você, mas com um ou mais observadores, assim sendo, quanto mais conhecido for o símbolo e o local escolhido para fazê-lo, mais rápido e abreviado será o julgamento que será feito a seu respeito.

Sim, é o mesmo pensamento que utilizamos com o preconceito: olhamos um indivíduo, reconhecemos os símbolos sociais genéricos que ele expõe e fazemos um julgamento rápido.

Um exemplo: ligue cada um dos números com as letras que você julga correspondentes:

Homem

1. duende na costela;
2. ideograma japonês no tríceps;
3. nome de parentes tatuado grande no antebraço.

A. Pobre;
B. Jiu Jiteiro;
C. Maconheiro.

Mulher

1. Tatuagem pequena;
2. tatuagem média;
3. tatuagem grande.

A. Gosta muito de sexo;
B. gosta de sexo;
C. Tarada mil grau.

Obs: “maconheiro” só foi usado uma vez no exemplo, mas caso a tatuagem em questão não seja de Jesus Cristo, todos as demais podem ser considerados maconheiros.

Por mais que você tenha achado idiota este teste de liga-pontos (e ele é), duvido muito que o seu resultado tenha sido diferente do meu.

Para um tigre, bastam as listras para que reconheça um semelhante, porém, em uma estrutura social complexa como a nossa, reconhecermos que estamos diante de um ser humano parece não bastar. Sentimos a necessidade de reconhecer que “tipo” de ser humano ele é.

Eis aí um grande problema de nossa racionalidade: a necessidade de categorização que nos persegue.

Dito isso, saiba que você pode, sim, optar por uma tatuagem apenas por fins estéticos ou mesmo utilizar o desenho da moda. Só é importante que saiba qual é a carga social que ele carrega, assim você estará mais preparado para lidar com o nosso preconceito besta de cada dia.

Um adendo: ainda sobre significados, este exemplo contém uma pequena informação preciosa.

Você gosta de tubarões, pois eles são predadores perigosos e dominantes, assim como você?

“- Sim.”

Então basta tatuá-lo de boca fechada, até mesmo estático e todos já entenderão o recado. A sutileza neste momento criará múltiplas camadas de significado e, quanto mais camadas a serem desvendadas, melhor. Desta maneira, as pessoas demorarão mais para categorizá-lo e de quebra você ainda ganha um “q” de mistério.

9

Pense comigo: nem o mais feroz dos tubarões passa a vida de boca aberta exibindo os dentes, certo? Então por que o seu passaria? Por que você passaria?

Ao olhar um tubarão, nós já entendemos o que ele representa, portanto, ao utilizar contrastes e sutilezas (a boca fechada), você ganha mais significados que irão enriquecer sua composição.

Como diria o poeta Roberto Justus, “é preciso quebrar paradigmas”.

Agora é a hora do último e mais incompreendido dos 3 itens:

O pictórico

Muitas pessoas se fixam tanto no que querem expressar que acabam esquecendo que, mais do que mostrar, é preciso dizer e, para que se consiga isso, clareza é fundamental.

Por isso, as tatuagens old school (mais tradiça) funcionam tão bem até hoje. Elas não se prestam apenas a retratar um sentimento, mas sim traduzi-lo.

Utilizando um exemplo besta, o desenho de um simples coração ferido sempre será mais inteligível do que o desenho do rosto da sua ex-namorada quando ela terminou com você.

10

Tatuagens mais estilizadas — na grande maioria dos casos — serão expressões mais claras (e mais sutis) do que os desenhos fiéis que visam reproduzir algo de maneira idêntica a realidade.

É claro que, se o seu desejo for ter na pele uma cópia fiel de algo ou alguém — e isso lhe trouxer conforto e felicidade–, não há nada de errado nisso. Mas se você foi atrás de um tatuador realista, achando que ele era melhor apenas por ser realista, é provável que você tenha cometido um engano.

O virtuosismo na busca pela realidade muitas vezes pode nublar os reais sentimentos que queremos passar.

É como na pintura. Ao olharmos um quadro de girassóis pintados idênticos a realidade, dizemos:

– Uau, parecem reais!

11

Mas, ainda assim, sabemos que a realidade é melhor e mais bonita, não importa o tamanho do esmero do pintor. Já ao olharmos um dos girassóis do Van Gogh, é possível para alguns de nós dizer:

– Eu nunca vi nada igual. São os girassóis mais bonitos que já vi.

12

Com a tatuagem é assim também, pois, mais do que ser uma mera reprodução imagética da realidade, ela se trata de um grito, um murro, um sorriso, uma tristeza ou o que diabos mais quisermos colocar pra fora.

Muito ainda pode ser falado sobre tatuagens. Composição, estética, técnicas, mas antes é necessário descobrir se vocês estão interessados no assunto.

Bem, como sempre, espero que tenha sido útil ou, ao menos, divertido!

Encerro aqui com nossa musa, agora cheia de tatuagens.

Ok, é falso, mas foi o único meio de colocá-la nesta matéria e, pensando bem, isso se adéqua super bem àquela história dos girassóis e tal. Simbolismos.

13

Beijo no seu coração, Monica.

Papo de Homem

Ultimamente, to lendo muitos post’s do Papo de Homem e tenho gostado cada vez mais… Várias vezes já apareceu aqui nos Links da Semana e dessa vez, gostei muito de um post e vou fazer o que eu não gosto de fazer (Ctrl C + Ctrl V), mas com todos os direitos e de todo o coração… Vale super a pena pra todos os homens e também mulheres lerem e aplicarem essas dicas!!!

——————

By onte: http://papodehomem.com.br/suando-com-estilo-20-dicas-ilustradas/

Você quer estar sempre bem vestido ?

Ser o cara mais bonito do mundo? Você quer ter uma mulher ao seu lado que te ame acima de todas as coisas?

Pois saiba que sim, isso tudo é possível e é também muito fácil. Basta apenas que aprenda o grande segredo que lhe ensinarei para que se torne este homem superior. Por favor, siga estas seis regras a risca e você conseguirá:

1. Tome banho e escove seus dentes;

2. Coloque uma roupa nova e limpa;

3. Coma todos os vegetais no almoço e não deixe nada no seu prato;

4. Antes de fazer estas coisas, ligue para a sua mãe e peça para ela vir rápido assistir a você fazer tudo isso.

5. Agora, olhe fixamente nos olhos dela e diga “eu te amo.”

6. Faça isso todos os dias de sua vida, mas não se esqueça, sua mãe precisa sempre estar junto com você para a mágica funcionar direito.

Fim.

Meu amigo, esta receita é infalível. Faça o que eu digo e você terá sempre uma mulher devotada ao seu lado, que lhe fará elogios sinceros diariamente e que te achará não só o cara mais bem vestido do mundo, como o mais bem educado e, é claro, também o mais bonito!

Agora, se o seu nome não é Édipo, acredito que não tenha gostado muito desta minha grande dica.

Agradar aos outros é um dos caminhos para fazer com que te achem bem vestido, educado e bonito, mas se não agradamos sempre nem nossas maiores fãs (as mães), porque fazer tanta questão em agradar quem nem sequer conhecemos direito?

Não sejamos ingênuos. Agradar é algo extremamente necessário para o convívio social, amoroso e sexual. Porém, quanto mais natural for o ato, mais perto estaremos de um bem estar real e sadio.

Sempre tenha em mente que, ao longo da vida, você ouvirá dicas e conselhos ótimos de seus pais, amigos, mulheres e até dos escritores do PdH, mas pode ser que eles simplesmente não lhe sirvam de nada.

E o problema pode não ser as dicas, os conselhos e nem você.

Aliás, pode não existir problema algum, apenas se tratam de ideias, gostos e vontades diferentes.

Portanto, não perca seu tempo tentando se encaixar em algo. Faça sempre o oposto: se expanda. Escolha o que mais faz sentido para você e aprofunde-se, pois, se tem um equívoco que pode ser cometido aqui, não é o fato de não se adequar, mas sim o de não se ampliar.

Destilada toda a minha feroz filosofia de boteco, é chegada a hora de nos divertirmos aprendendo um pouco mais sobre consciência visual e aproveitarmos a oportunidade para nos depararmos com um ou outro ato sem noção que nos acompanha até hoje e nem notávamos (não se engane sobre mim, eu também já visitei esta lista uma ou outra vez).

Sem mais delongas:

20 dicas ilustradas de verão

1. Laminha nos chinelos

1

Aquele calorzão e seus pés pedindo clemência, querendo passear soltos. Você os atende e manda bala em um chinelão pra dar uma volta por aí.

Sem problemas.

A parada só complica quando você tem a ideia de fazer a mesma coisa em outro dia sem lavar os chinelos antes. Neste segundo passeio, seus pés irão suar novamente e seu chinelo já terá acumulado a poeira do passeio anterior. Sabe qual o resultado disso? A famigerada, laminha senhores.

Meu deus, a laminha.

2. A Teta que foge

2

Opa, escorregou ali. Eita apareceu aqui. Olha, agora uma de cada lado!

Quem nunca se deparou com aquele bolado na academia? Pode ser o extra simpático que adora cumprimentar todos em voz alta ou então o encanado que parece estar em uma missão secreta entre um supino e outro. Com certeza você já encontrou um deles com aquela regatinha que mostra as tetas a cada nova explosão do seu bíceps ou contração do seu peitoral de aço.

É engraçado o por que nos incomodamos tanto com isso. Não era pra ser assim, afinal, é viva e deixe viver, não é mesmo?

Acho que o problema aqui é o poder hipnótico que uma teta tem na academia. Você não quer ver, mas bobeou ta lá olhando de novo e pensando: “maldita teta, mano, tira essa teta da minha vista, caralho de teta”. Quem saberá explicar tal magnetismo?

3. Não corta seu shorts não, fera.

3

Dos pequenos mistérios da vida, eis mais um não decifrado. Um cara pode usar o shorts abaixo dos joelhos, na altura dos joelhos, acima dos joelhos. São infinitas as possibilidades que temos de ficarmos legais vestindo um shorts.

Aliás, é uma das peças mais fáceis de adequarmos a nossa proporção. Basta que ele seja slim para podermos, por exemplo, dobrá-lo e termos algo mais condizente com nossa proporção. Mas então, me expliquem  – senhores — por que, meu deus, alguém corta o shorts ou a calça e usa ele desfiando?

Sério. É impossível isso dar certo. Ou você irá parecer um metaleiro adolescente dos anos noventa ou um cara que cortou a calça porque estava atrasado pra ir jogar vôlei com a turma.

Não, fera. Não.

4. Mas é claro!

4

Utilize mais calças claras. Pense comigo.

Não há nenhum motivo racional para você usar apenas calças escuras, a não ser o fato de que nunca ter pensado nisso antes e comprava sempre a cor que tinha mais oferta.

Calças claras realmente melhoram a sensação térmica em épocas quentes. Pode ser cáqui, verde musgo, ocre, branca ou a cor que bem entender. Basta ter boa vontade para procurar.

Uma observação: com uma calça clara, você literalmente dobrará as possibilidades de combinação de suas camisas e camisetas. É a saída mais econômica para quem busca variar na aparência.

5. Bermuda ou Paraquedas?

5

Sim, todo mundo que foi criança teve uma bermuda de elástico na vida. Elas eram confortáveis, práticas e ótimas para esta fase, pois você crescia e elas ainda continuavam durando por um bom tempo.

Amigão, hora do choque de realidade: você já cresceu tudo o que tinha para crescer e agora pode comprar roupa de um tamanho só. Esse espetáculo de metros de tecido frisados pode ficar no passado como uma saudosa memória infantil.

A libido da sua mulher agradece.

6. Suando, eu?

6

Você tem um evento durante o dia, almoço de negócios na parte de fora do restaurante ou está indo fazer uma visita formal a algum lugar a céu aberto?

Camisa xadrez de cor forte.

Este tipo de peça é a única que irá camuflar praticamente 100% do seu suor. Sua padronagem se mescla com o suor e ele dificilmente será percebido. Até hoje, não encontrei nada equivalente.

Sim, é simples e genial.

7. O Assaltante de Bomboniere

7

No calor, grande parte das pessoas que precisa se vestir de social opta por não utilizar o paletó, ou melhor, decide por retirá-lo assim que chega ao seu destino.

Aí chega a hora do almoço e você quer levar seu cigarro, a chave do carro, da casa, o isqueiro, a carteira, o halls, o celular, tudo isso nos bolsos da calça.

Cara, por favor, se olhe no espelho do banheiro antes de sair.

Parece que você voltou de um assalto na doceria. Pelo amor de deus, não é preciso tanta coisa. Leve somente o essencial, assim você evita danificar a modelagem da sua calça e também não prejudica a percepção que as pessoas têm da sua cintura. Ou, indo mais além, você evita comparações desnecessárias do seu halls e celular e o escambau com seu bagageiro.

8. Já entendi que você é cheiroso

8

Se você usa roupas diferentes conforme as estações do ano, por que não fazer o mesmo com seus perfumes?

O calor aumenta a transpiração e, com ela, a propagação de qualquer cheiro que esteja sobre a pele. Por isso, uma boa alternativa é a utilização de odores cítricos ou então de fragrâncias menos concentradas, como “eau de toilette” e colônias.

Evite usar perfumes se a região estiver diretamente em contato com o sol por muito tempo, pois alguns deles têm substancias que aumentam a fotossensibilidade da pele, o que pode causar manchas.

9.  O gângster da pool party

9

Ok, você gosta de jóias e acessórios. Também gosta de festas sob o sol, na piscina, praia ou cruzeiro. Justo. Justíssimo.

Mas, por favor amigão, lembre-se que aquele seu colar gangsta e as pulseiras que você adora podem até reluzir de maneira fantástica de dia, só que se as coisas esquentarem mais a noite, quando for a hora de tirá-los você terá algumas marcas bem esdrúxulas para servirem de listras da sedução.

Seria legal evitá-las. Por isso apresento-lhe uma grande invenção humana: o protetor solar!

Use-o.

10. Minha camiseta levinha

10

Calorzão torando e você está acima do peso, pensando em ir com sua camiseta de tecido fininho pra dar aquela arejada.

Pois bem. Ela não prejudica em nada sua barriga, afinal, homens têm barriga (pelo menos uma grande parte deles). Você passará despercebido por essa.

Agora, se você estiver com as famigeradas tetinhas de adolescente, então sugiro que deixa pra lá a camiseta fininha e, se quiser algo mais fresco, opte por uma regata de tecido normal, não tão fino. Dessa maneira, seu biquinhos traidores estarão mais bem guardados da superexposição.

11. E pererê perê pepê e pererê perê pepê… no inferno.

11

Pô, foram dias inesquecíveis! Amigos, cerveja, mulherada maravilhosa. Como não sentir saudade daquela festança épica? Como não usar de novo o símbolo maior daquele momento tão especial, o meu querido abadá?

Simples: queima essa desgraça. Abadá é convite e não serve nem pra completar colete de futebol, afinal, aquelas porcarias sempre têm duzentas cores em uma só peça!

Ô troço feio dos infernos.

12. O melhorador de corpos mágico

12

Você é gordo demais, magro demais, alto demais, nanico demais.

O que é possível fazer para melhorar a situação?

E você não quer para amanhã ou depois. Você quer pra agora. Tá para ir pra praia e não sabe o que fazer.

Eis o maior dos segredos a sua disposição em um segundo: tenha postura.

Ela melhora instantaneamente qualquer corpo. É tão simples que às vezes nos esquecemos de usá-la. Acredite, ela é uma das coisas mais eficazes que você pode fazer para melhorar seu corpo.

13. Malhação e espinhas

13

É verão e você está pegando pesado na academia e não sabe por qual razão tem tido cada vez mais espinhas, será que é seu Whey, sua Malto?

Não senhor. Muito provavelmente a causa seja bem mais simples do que imagina. No calor você sua muito mais na academia, logo, passa muito mais a mão no rosto para tirar o suor do olho ou da testa.

Você já parou para pensar quão suados e sujos estão os lugares onde colocamos a mão na academia? Uma barra que passou por mais de uma dezena de mãos suadas, que depois vai direto para sua cara, difícil que não venham umas espinhas depois, não é mesmo?

Aqui você tem duas opções: ou tenta levar a toalhinha mesmo ou, no instante em que encerrar os exercícios, corre para o banheiro da academia e lava bem o rosto com um sabão neutro.

14. Não ferva de gel

14

Lá está você, com aquele topetão bagunçado, imponente de novo. Coisa linda de deus. Mas eis que você está indo para uma balada que tem certeza que irá dançar muito (ok, um cara dançando muito já é exótico, mas como já dissemos antes, dança quem quer dançar e, do mais, que se exploda).

Usar gel neste momento pode ser um grande erro, pois ainda existe uma porcentagem muito grande desses produtos que saem facilmente com o suor e o calor, o que faz com que a sua sudorese se torne ainda mais brilhante e chamativo na testa.

Além disso, a chance de ter uma incidência maior de espinhas neste local é grande, pois o gel irá tapar os poros durante a noitada.

15. pelo, o amor de deus

15

Está com calor e vai dar um passeio? Use regatas.

Elas são extremamente condizentes com nosso clima e ainda têm o poder de nos favorecer anatomicamente na maior parte das vezes. Mas tenha atenção: ter pelos nos sovacos é másculo, mas ter barba no sovaco não. O que dirá então, ter uma peruca por lá?

Aparar sempre que notar que eles querem escapar mesmo quando está de braços fechados.

Já na região do peito e das costas, você não precisa negar suas raízes. Apenas deixe os pelos bem baixos e aparados. Fazendo isso, ninguém irá lhe perguntar se essa carne é Friboi.

Observação: mulheres, regata não é brega e minissaia não é puta, vamos todos superar isso, ok?

Sue e deixe suar.

16. Pinta aqui nas carne

16

Você se cuidou o ano todo, o verão chegou e, cara, com um corpo sarado desses, você merece uma tatuagem. Pode até ser que sim, mas a chance de você fazer uma bobagem é imensa.

Os tatuadores lotam seus estúdios no verão, a ânsia de dar aquela última tunada no que já estava bom é grande, ainda mais um mês antes de ir pra praia. Agora, pense que daqui 20 anos, tanto no verão quanto no inverno, aquele desenho vai ser rabiscado e aí permanecerá.

Você pode escolher o que quiser. Uma carpa, um ideograma japonês no tríceps, uma flor de lótus na costela. Nada disso é problema, contanto que o desenho vá fazer algum significado para você quando ele não estiver mais nada moda e você na praias. Sugiro que segure a vontade por um verão, aí descobrirá se era realmente um desejo ou uma onda.

17. Dedilhando o infinito

17

É o momento do luau e você, com seu violão, faz miséria nessa hora. Mas amigão, a não ser que você tenha o talento do Almir Sater, acho que seria uma boa cortar aquela unha do mindinho desgraçadamente grande.

Fala a verdade. Ela não faz tanta diferença assim pra você tocar Jack Johnson, vai.

18. Tecidos e a tecnologia milenar

18

Você comprou uma camisa/camiseta com uma pequena porcentagem de lycra, por que assim amassa menos. Ou então apostou no poliéster meio sem saber, mas na esperança que a tecnologia seja sempre uma evolução. Pois bem, você se enganou. Os tecidos orgânicos são ainda hoje um dos melhores meios de respiração do corpo vestido.

Tanto a Lycra quando o Poliéster dificultam a respiração da pele, fazendo com que você sue mais, além de pegarem cheiro (não os bons) com grande facilidade.

19. Na formatura com o Roberto De Niro

19

Está calor, mas é noite. Então você pensou, “ah, vou à formatura de camisa preta, assim meu suor não fica marcando e eu ainda fico estiloso, afinal se é preto é chic”.

Até aí, é um bom raciocínio. Porém, se você for tiver que ir de gravata, a chance de você fazer uma combinação equivocada é de uns 90%, além, é claro, de que você ficará a cara da máfia italiana dos anos 70.

E acredite, por mais que isso soe interessante, não é.

20. O deus do estilo

20

Quer ter estilo?

Note que eu não perguntei se quer estar na moda, só perguntei se quer ter estilo, algo pessoal, forte e único.

Então compre suas próprias roupas. Sua mãe ou sua mulher tem mais o que fazer, bebezão. Sinto muito.

Ah, mas você não gosta, isso é coisa de mulher? Ok, então continue usando o que lhe mandarem, afinal, isso é muito mais viril.

E ficamos por aqui, meus amigos, mas não sem antes dizer o clássico: espero que tenha sido útil, ou ao menos, divertido.

Onde abunda nada falta

Especial de Natal pra comemorar o fim de ano, pois afinal de contas, Onde abunda nada falta

bunda natal

Aliás, falta sim! Na hora da coletânea, não tinha uma bundinha sequer de homem para eu postar aqui… Mas, pra ninguém ficar triste, ou muita gente ficar… Especial de Natal para as mulheres!!!! Pra quem for homem e não quer ver, não role a página pra baixo! ;P

.

.

.

EMOÇÃO

.

.

.

FELICIDADE

.

.

.

ENTÃO É NATAL

.

.

.