Arquivo da tag: hotwire

San Francisco

wpid-IMG_3695.JPG

Primeiramente, sei que to toda atrasada nos posts, mas vou colocando aqui aos poucos da viagem, intercalando uns outros posts do dia-dia no meio pra que não fique aquela coisa “viagem, viagem, blá, blá” e também pra dar tempo de eu escrever, colocar fotos e não fazer tudo de qualquer jeito… Advirto também que os posts serão grandes então, pfv paciência, eu gosto de escrever bastante.

Começamos a viagem em San Francisco (fizemos o tradicional trecho Californiano: San Francisco – Los Angeles- San Diego – Vegas) e como a viagem era longa, deixamos o primeiro dia pra viagem. Claro que o vôo atrasou, o dia passou, chegamos morto de cansados e o máximo de força que tínhamos, depois de 20 horas de vôo, usamos para tomar banho e dormir. O lugar que ficamos foi bem bacana, no Union Square, bem próximo ao Chinatown… Não lembro o nome do Hotel, mas achei uma fofura! Quarto com calefação, nem pequeno nem grande, com uma banheira pra uma pessoa e tudo bem bonitinho! Aliás, pra chegar até o Hotel, tínhamos 2 opções: primeiro, no aeroporto você pode pegar o BART que é tipo um Metrô que cobre parte da cidade (pra saber mais dicas sobre o BART clica aqui e aqui) ou pegar um Transfer para ir até o hotel.

IMG_3674[1]San Francisco no verão tem as máximas variando entre 18º C e 20º C, sendo que a noite venta bastante, então blusas são bem vindas, e pra quem é mais friorento que nem eu, luvas e cachecol são bem aceitas! Começamos a viagem na segunda-feira, e o dia tava bonito, apesar do frio. Fomos tomar café umas 10 h e por estar bem pertinho (o que foi dica de alguns blogs), fomos no Sears Food. Um lugar bastante acolhedor e bem cheinho até, mas apesar disso, fomos recepcionados rapidamente e nos deparamos com um cardápio imenso de gostosuras e coisas esquisitas para um café da manhã…

Primeira coisa estranha de quem nunca tinha saído do país: a gente pediu suco de laranja e nos serviram suco de laranja + copo de água… Obviamente, alertamos o garçom que não tínhamos pedido água… Mas mais tarde descobrimos que é comum eles oferecerem “tap water” (água da torneira). De café da manhã, tomamos um tipicamente americano, com panquecas, bacon, manteiga de leite e mel, e olha, esses americanos sabem mesmo comer! Uma delícia!!! O café da manhã normalmente nos sustentava durante o dia, então fizemos pouca refeições.

image

Café tomado, primeira parada foi Chinatown… A rua é basicamente um mix de 25 de março com Liberdade, mas claro, com toda limpeza, organização e beleza dos States. Super organizado e com preços baratíssimos… andamos a rua toda, tiramos boas fotos e fomos sentido ao Coit Tower. Como era tudo perto, fomos andando, mas não é tão perto assim, cerca de 1 hora de caminhada, sem esquecer que as ruas de SanFran são cheia de ladeiras…

image

A visita ao Coit Tower foi bem legal, da pra ver uma parte da cidade lá de cima, e dá pra ver também bem de longe a ilha de Alcatraz. Depois de algumas fotos e uma curtida no panorama, fomos andando até o famoso Pier 39. Famoso, porém nada de especial. É bonitinho, mas cheio de turistas, bagunças e completamente comercial.
image

O que eu mais gostei de lá foram as focas e da visita que fizemos a Sausalito. Uma viagem de barco que dura cerca de 30 minutos muito legal e muito frio. Quando não tem nuvens, consegue-se ver o Golden Gate e a ilha de Alcatraz que não fomos que ódio!. A viagem foi muito tranquila, tocando músicas antigas durante o caminho, porém muito frio, com o vento gelado de SanFran. image

Chegando em Sausalito também não tem muita coisa a se fazer… Como chegamos de tardezinha, tomamos um café, vimos o sol cair (não muito, porque o sol se põe lá pelas 20 h) e voltamos…. Uma noite de segunda-feira não tinha nada aberto depois das 22 h, e só conseguimos jantar no Loris Diner, com hambúrguer, cerveja e um preço amigo para nossos bolsos.

image

No outro dia, acordamos e fomos procurar onde comer e acabamos indo no The Coffee Bean & Tea comer beagel (que não sei pronunciar) e café com leite. Estilo Starbucks (que não consigo nem sentir o cheiro) mas forrou o estomago e nos deu força de seguir em frente e conhecer mais um pouquinho da cidade. Fizemos um passeio no centro, andamos no Union Square, no centro Financeiro (visitando lojas como Victoria Secrets, GAP, Macys…) e depois visita a Market (mais algumas lojas Levis, Forever 21 que é uma pechincha com roupas boas e organizada, Marshalls…) e visitamos também uma loja de discos bem legal, que fica em frente ao ponto final dos Cable Cars (que são uma graça, mas não são muito usuais…).

image

No fim do dia, pegamos o BART mais uma vez e fomos em direção ao nosso carro. Alugamos o carro na PayLess, via Hotwire e o local para pegá-lo era um pouco longe daonde estávamos (fica a dica para se atentar a isso!) então perdemos um pouco de tempo nesse caminho e claro, tinha uma pequena fila na hora de pegar. Mas transtornos a parte, saímos de lá com carro pego, seguro feito e uma Santa Fé automática e pé na estrada! Partimos para Monterey.. mas essas são cenas do próximo capítulo…ainda bem pq ninguém tava mais lendo isso aqui.

 

Algumas dicas relevantes…

Depois de um mês de preparo pra saber onde ir, o que fazer, o que levar… Horas, dinheiros e hotéis… Passeios, compras e o que comer… Da trabalho planejar, mas super vale a pena! Confesso que antes de começar a planejar não tinha idéia da “geografia” dos estados unidos…. O que eh perto do que, como ir e quanto tempo vai levar. E, pelo menos pra mim que gosto de fazer esse planejamento, foi muito legal!

image

Ficamos (eu e meu namorado) vendo entre sites e dicas o que fazer, lendo roteiros alheios, analisando os pontos turísticos…. Montamos planilhas, anotamos no caderno, mas no fim colocamos tudo no post it e foi o melhor planejamento!

Deixo aqui a dica 1: planejar faz parte da viagem… Não precisa ser loucamente que nem eu, pra ter pelo menos o “norte”, conhecer mais do que aquilo que todo mundo fala (meio óbvio mas vale a pena lembrar).

image

A dica 2 que usamos e funcionou muito bem foi reservar os hotéis pelo Hotwire. Mas o que eh Hotwire??? É uma ferramenta de reservas de hotéis e carro que você escolhe a localização e o preço e dentro de uma lista de hotéis disponíveis dentro desse filtro, você faz a reserva. Mas atenção!!! Você não escolhe o hotel, o sistema escolhe pra você, mas não achei isso ruim…

image

Pra alugar o carro, pessoas com mais de 25 anos pagam mais barato e vale lembrar que os carros são automáticos e até o mais barato dos carros alugados será mais top que os carros do Brasil. Fica a dica 3, ao contatar o seguro, o valor da locação costuma dobrar, então vale pesar se vale a pena ou não, dependendo do tempo/percurso da viagem. Vale lembrar que nos States quem abastece o carro é você!

Pra quem for comprar coisas, planeje antes em que loja vai comprar e reserve meio período para comprar porque vai precisar…. Saia do Brasil apenas com uma mala pequena e compre a mala lá (EUA) que super vale a pena, mas pra quem pegar vôo interno, vale lembrar que cada bagagem despachada tem que se pagar taxa determinada pela companhia aérea (dica 4).

image

Outra coisa óbvia mas vale a pena”dicar”, e a dica 5 é ver a época do ano e estação pra saber o tipo de roupa que levar… É importante porque o verão do país visitado pode não ser igual do Brasil (visto que o Brasil é um país tropical) e as roupas leves talvez não caibam pro país, o que provavelmente irá acontecer… Apesar de termos ido no verão, pegamos diversas temperaturas dentro do mesmo estado! Uma loucura, de 18°C a 35°C, mas demos sorte de pegar dicas com outros amigos que tinham acabado de voltar de lá!

Acho que a ultima dica 6 é o fator GPS. Não tem como ficar por onde quer que vice esteja sem um… Nos estados unidos na sempre mais de uma rua com nome igual a outra e pra não se perder nada melhor que o GPS. A gente comprou um chip da T.Mobile e usamos o celular de GPS além do pacote de dados… Foi super positivo e o chip com pacote de dados para pré-pago saiu $60 (na Califórnia).

Por enquanto lembrei dessas mas já da pra começar daí….