Arquivo da tag: pop

Quem matou os anos 90?

Certa vez em uma conversa regada a cerveja, uma dúvida ficou pairando no ar: o que aconteceu com os anos 90? Festas de casamentos, de debutante, de formatura… Essas festas que teoricamente tocam de tudo, passam pelos anos 60, pelos anos 70, vão pros anos 80 e PLAU… músicas atuais. Nunca (ou quase nada) anos 90. Os esquecidos anos 90, nos trouxe um acervo de músicas engraçadas, que hoje seriam politicamente incorretas, mas que eram sensação dos xófens e todo mundo teria as músicas na ponta da língua, isso ninguém pode negar. Sem falar das roupas esquisitas e todas as brincadeiras e brinquedos que foram sensações.
nemlynemlereyTodo esse papo nostalgia, que marcaram sim a minha juventude, esse post é dedicado ao remember dos anos 90, das bandas que eram a nova sensação do verão, das roupas e porque não da política (que eu nem sabia o que se passava naquela época). Pra quem tiver entre 25-35 anos relembrar, sorrir e porque não chorar com o novo som de Salvador o filho do meio que foi os anos 90, só rolar a barrinha 😉 – o texto da gigante, mas cheio de memórias boas.

Bem vindo a Internet. Quem tinha computador com internet em casa e podia usá-la a tarde era o cara mais rico da turma. Nos anos 90 que foi popularizado os cdzinhos da AOL (América Online), que criou a geração Internet depois da meia noite (pra usar um pulso só) e deu vida aos punheteiros do Bate Papo UOL. Sem falar pra quem tinha gravador de CD que ficava na fúria louca de baixar músicas e ter o CD mais atual com mix de axé/sertanejo/pop-rock.

snake_thumbBCP. Apenas isso.. quem teve um Peg Fale da BCP ou Telesp era o cara mais foda do pedaço. Não porque tinha um telefone móvel (que na época já era foda pra caralho ter um celular e com crédito), mas porque tinha o joguinho da “cobrinha” que era um vício desgraçado.

Política: uma bosta! Lógico que eu não lembro de nada, só lembro de ter ralado muito na boquinha da garrafa. Mas aparentemente foi a época do queridíssimo FDP Collor rapando as economias da galera. Mais tarde veio o Fernando Henrique com o Real – inclusive eu lembro que quando estava no colégio, minha mãe pagava 20 reais e era caro hahaha.

Mano, quem lembra de Carrapicho?

Mano, quem lembra de Carrapicho?

Tinha sertanejo famoso sim! Naquela época Leandro e Leonardo com a “calça centro pé e deixa o umbiguinho de fora”, tinha “alô galera de cawboy, alô galera de peão” e “deixei de ser cawboy por elaaaa”, do ChitaoXororó. Não era a maioria, o que bombava mesmo era axé. Daniela Mercury, Elba Ramalho, Banda Eva com a Ivete, Terrasamba e o seu “carrinho de mão padápadádádádá”, Gera Samba e claro o É o tchan “arrebentando no pedaço”. Mas o pagode também tem um acervo importantíssimo, que hoje são as nossas queridas músicas do Karaokê, como SPC, Exaltasamba, Soweto, Katingulê, mas bom mesmo é ser feliz com MOLEJÃO. O rock/pop teve participação do JQuest, Skank- que tem as mesmas músicas até hoje – e Raimundos. Sem falar dos fodásticos Mamonas Assassinas, que vieram encher nossas festas de alegria com todos os hits conhecidos e dançados. E por fim o começo do funk, sem putaria e sem ostentação, falando de amor com o MC Marcinho, ou passando o cerol na mão com o Bonde do Tigrão, e a dupla Claudinho e Bochecha com só love. Lógico que tinha umas banda soltas que fazia só um hit de sucesso, mas nos anos 90 meu amigo, existia muito.

Que menina não tinha um frufru de prender o cabelo? Lembram da Pakalolo e da Palomino? E a moda dos tererê? Tinha também a tatuagem temporária – não só a que vinha no chiclete – e aquele colar que imitava tatuagem também. Pras crianças mais rock`n roll tinha moda com bandana, pulseiras pretas com tarraxas, e nos pés de quase todo mundo KEDS! Pros meninos pagodeiros, teve a super moda de descolorir a franja do cabelo, quem nunca teve um amiguinho assim ou era esse amiguinho? Sem falar dos shortinhos da Carla Perez que as meninas andavam seminuas por aí e não eram periguetes, a calça bailarina e a charmosa pochete.

E o futebol com a caralha da copa de 94, onde todos amamos o Tafarel e choramos emocionados a vitória, com o Romário, Bebeto e Cafú. E sim, a derrota sofrida em 98 pela França, que nos fez chorar que nem criança quando deixa a bola cair no vizinho.

Na TV passava só programas fera tipo Banheira do Gugu com o pessoal seminu pegando sabonete, Sabadão Sertanejo, Castelo Rá Tim Bum, Club Club, Caverna do Dragão, Carrossel, Sai de Baixo, Chiquititas, Fantasia no aaarrr.. E surgiram as celebridades como Tiazinha e Feiticeira no Programa H do Hulk. E pros mais roots que nem eu, o programa do Hugo que tinha que ligar pra jogar no ar (Não tem chororo, este jogo acabou).

A-bes-ta-dô

A-bes-ta-dô

—–

Um milhão de coisas que lembrei e não vou escrever porque o post já ficou Nemly Nemlerey demais, mas os anos noventa ainda tem muita coisa pra ser nostalgiada, talvez um dia eu volte com mais memórias, falando dos tazos que colecionávamos, dos bichinhos da Parmalat, das bolinhas da coca cola… Fica aqui minha recordação pros anos 90 que foram os anos mais foda SIM!

Papa é pop

O assunto desses últimos dias tem sido o Papa… Papa pra lá, Papa pra cá e é claro que o povo da internê não ia deixar essa passagem livre de comentários e piadinhas pra nos fazer rir… Sem discriminação nem contra o papa, nem nenhuma religião, o top 5 de hoje é especial da passagem do Papa no Brasil!

papa_tumblrClaro que o Tumblr não ia deixar na mão, e foi criada uma página do Papa Humildão! Com algumas cenas da passagem de Francisco aqui no Brasil, e as frases complementares, nem precisa dizer que o trabalho ficou show!

historia_papaA vida do papa em apenas um gif, foi o que o pessoal do YouPix trouxe pra ilustrar o Francisco e sua presença no Rio… E não é que ficou bom?

revista_timeA revista TIME trouxe o Papa na capa mas não ficou muito legal… Aparentemente, a imagem do Papa que ficou em baixo da letra M, trouxe dois chifrinhos vermelhos e claro, levantou muitas polêmicas por aí.

tirinha_papaPapa é humilde, mas tem que tomar cuidado, né? O Will Tirando deu a dica pro Papa.

r7_papaO canal R7, fez uma seleção das montagens que rolaram essa semana da Dilma e do Papa.