Arquivo da tag: quem disse

Quem disse?

Eu ainda não achei a pessoa que disse o certo e o errado dos esteriótipos de beleza, mas apesar de querer muito saber quem seja, não a culpo por isso ainda existir. Aparentemente essa nova geração é a geração dos bombadinhos. E se você não malha, não vai na academia, não come de 3 em 3 horas seu frango com batata doce ou sua barrinha de cereal, sinto lhe dizer, mas você está fazendo isso errado.

Certa vez no elevador, uma menina falou pra um menino que ele estava muito gordo e deveria fazer algo. MAS PÉRA! Quem foi que disse que o certo é ser magro? Por acaso tem algo de errado em ser gordo? Só é bonito quem é magro, sarado, tem um tanquinho pra exibir?
image

Fico me perguntando se as pessoas perderam a noção de importância das coisas ou se elas se tornaram tão vazias que as revistas/mídia, conseguem vender o estereótipo e a pessoa aceita. Tipo uma folha de papel em branco, que aceita tudo o que lhe é escrito, apagado, borrado… E além de se tornarem superficiais e artificiais, ainda se incomodar porque o outro não é igual.

Já ouvi algumas vezes de amigos e desamigos que eu sempre estou no bar. Não é segredo pra ninguém que eu gosto de tomar uma cerveja, sentar na mesa do bar com os amigos e jogar conversa pro ar. E sou jugada por ir 2 vezes na semana no bar e não ir 2 vezes na semana na academia. De não postar fotos no Instagram com meu tanquinho e postar de cervejas. Dar check-in em bares e restaurantes e não dar check-in na academia ou em provas de corrida.

E de repente, se eu não gosto de ir na academia? Se eu acho ser magra não é o tipo de corpo pra mim? EU POSSO ESTAR SATISFEITA COM O CORPO QUE EU TENHO MESMO ELE NÃO SENDO CAPA DE REVISTA? Aparentemente, não.

Mas dessa vida eu escolho ser feliz. Escolho beber quando quero beber, escolho comer coxinha, brigadeiro, batata frita, macarrão quando tenho vontade. Escolho ir na academia quantas vezes me apetecer e escolho ficar em casa olhando pro teto todas as vezes que for necessário. Não escolhi ter um corpo de modelo, nem um corpo de panicat. E não acho errado quem escolhe ter, acho errado quem escolhe que todo mundo tenha.

As pessoas são únicas, com suas escolhas e suas individualidades e não faz sentido nenhum alguém achar que todo mundo tem que ser do padrão que foi dito por alguém.

O negócio é ser feliz, malhando, comendo, dormindo, gordo, magro, sarado… E parar de se preocupar com vida alheia. Olha pra você e pro seu corpo. Se olha no espelho. Você gosta do que vê? Gosta de você e está satisfeito de como é? Só você pode e deve julgar seu comportamento e seu corpo e mudar (ou não) por isso. Vai escolher o que te faz feliz ou o que a revista manda?