Arquivo da tag: receita

Banoffee Pie

As vezes me pego inspirada, passo algumas horas na cozinha esquecendo da vida e fazendo alguma coisa pra agradar o paladar. E quando sai bom, a gente compartilha, não é mesmo?
Há algumas semanas atrás – e uma semana depois disso – fiz um Banoffee Pie, que nada mais é do que uma torta de banana com doce de leite e chocolate.

Para a massa:

  • 1 gema
  • 1 1/2 xícaras de farinha de trigo
  • 100g de manteiga
  • 1/2 xícara de açúcar

Coloca tudo em uma tigela, arregaça as mangas e bota a mão na massa. Mistura todos os ingredientes e misture até a massa ficar lisa. Essa massa é a famigerada “massa podre”, então se ela ficar com aspecto meio esfarelento, não se assuste que meio que é assim mesmo. Depois de pronta, coloque alguns minutos na geladeira – coberta com plástico filme – pra ficar  mais fácil de abrir. Aí depois coloque no forno a 180 graus até a massa ficar douradinha (mais ou menos uns 20 minutos).

Para o recheio:

  • 1/2 barra de chocolate meio amargo
  • 50ml de creme de leite
  • o quanto baste de doce de leite
  • 2 bananas

Primeiro prepara o ganache de chocolate. Em banho maria derrete o chocolate – meio amargo pro doce não ficar muito doce, mas aí pode ser ao leite – com o creme de leite. Com a massa pronta, coloque a camada de chocolate por toda a massa. Isso vai evitar que a massa fique úmida. Daí bota na geladeira pro chocolate endurecer um pouquinho.
Depois, coloca o doce leite. Aí vai do seu coração: quer muito, põe muito, quer pouco, põe pouco. Só não deixa transbordar pela borda da torta porque ainda tem a camada de bananas.
Por fim, pique as bananas e coloque sobre o doce de leite.

Para a cobertura:

  • 100 ml de creme de leite fresco
  • 3 colheres de sopa de açúcar

Sim, tem uma coberturinha pra ficar bão! É só bater um chantilly. Simples, fácil e quem preferir pode comprar pronto também. Depois de pronto é só espalhar por cima de toda a torta. Ah, guardei um chocolate pra ralar por cima, pra fazer uma frescura e ficar mais bonito.

Aí é só deixar um pouco na geladeira para firmar, e depois comer.
Só tem coisas gostosas, então mesmo se ficar ruim, fica bom 🙂
Faça pra família, amigos ou coma tudo sozinho.

A vida não é binária

Sua mãe já dizia: “você não é todo mundo”. E ela tava certa. Você não precisa fazer o que todo mundo está fazendo para se divertir, não precisa estar em todas as redes sociais para fazer amigos, não deve seguir os passos de ninguém para encontrar o tal do friozinho na barriga.

A vida não é binária.
Não existe só uma ou duas possibilidades.
Não é só certo ou errado.

São milhões de possibilidades, escolhas, momentos. É ter que abrir mão de umas coisas, mas agarrar muitas outras que estão por aí. Não adianta sair por aí pedindo a receita pro seu amigo, pai, irmão, Google, porque o que é bom pra eles pode não ser bom pra você. Seu dia dia, seus sentimentos, saber quem é você e do que você gosta – é disso que a vida deve ser feita.

E muita coisa pode (e vai) dar errado, mas muita coisa vai dar certo também. Basta se encontrar em cada escolha que for aparecendo. Não é fácil, mas é a vida. O objetivo é acumular mais felicidade.