Arquivo da tag: série

mesa cheia, coração cheio e barriga cheia

fiquei um mês sem fogão, e não foi bom. cozinhar pra mim sempre foi uma válvula de escape. não estou falando de fazer o arroz e feijão de todos os dias, mas sempre que me sinto ansiosa e/ou preciso deixar a cabeça vagar por algumas horas, invento alguma arte (como diria a minha mãe). me perco nas receitas que tenho salvas em um caderno, fuxico alguns livros encalhados, misturo algumas receitas e faço alguns experimentos. nem sempre fica bom, mas são sempre horas que me alegram e me fazem bem.

na minha família, a cozinha sempre foi importante. as maiores lembranças que tenho são em volta da mesa, no café da tarde da casa da minha vó. a gente comprava pães, frios e minha vó fazia cuscuz – do nordestino – e a família se encontrava no final de semana. era conversa jogada fora, risadas, broncas, bagunças, tudo em volta da mesa da cozinha. mesmo depois de minha avó falecer, os encontros continuaram entre tios e primos, seja na hora do café da tarde ou num almoço de domingo. sem falar nos pratos de pirão de frango, do feijão apimentado que meu avô cozinhava, das laranjas que minha vó cortava e distribuía para a netaiada, a cozinha cheia de tarefas distribuídas nas vésperas de natal, a salada de fruta com mil mãos participantes, as receitas de gelatina que sempre davam errado, enrolar docinhos antes das festas de aniversário, fazer “pickles” para acompanhar a cerveja.

trouxe um pouco disso comigo. vira e mexe gosto de juntar alguns amigos em casa e fazer um café da tarde, ou um jantar, ou qualquer coisa que nos deixe em volta da mesa por algumas horas, conversando, rindo e trocando histórias. comida pra mim é alegria e poder compartilhar com quem a gente gosta é melhor ainda.

“a 100 passos de um sonho” junta duas culturas de dois mundos diferentes: o indiano e o francês. de um lado mostra toda a alegria, os laços, a resiliência e luta da família indiana e a sofisticação, arrogância e mal humor francês. além da comida que é o tema principal do filme, a história aborda as diferenças étnicas, a intolerância e ainda tem espaço pra um romance a la sessão da tarde. um filme leve, gostoso, com humor e clichês mas sem ser cansativo. perfeito para um domingo pós almoço.

“street food” é uma série do Netflix que impossível assistir de estômago vazio. e mesmo de barriga cheia, a série dá água na boca. cada capítulo conta uma história diferente com comidas de rua encontradas na Ásia. além de tudo, a imagem da gravação é feita de forma intensa, imagens da comida em câmera lenta, a comida sendo preparada, o fogo, os ingredientes e a história que nos tocam a alma, fazem com que a série seja deliciosa em várias camadas. a comida de rua é mais do que isso, é história, é tradição, é superação, é toda uma vida.

“kitchen stories” é um aplicativo que ultimamente me inspira a fazer receitas novas. bem fotografado, fácil usabilidade, dá pra criar receitas próprias, pra pegar receitas de colaboradores e claro, as receitas do próprio aplicativo. tem receitas para todos os níveis de dificuldade, tempo e ingredientes e tem vídeos de processos para ajudar nas receitas. (em inglês)

Um pouquinho mais de Netflix

Acabou as Olimpíadas NÃÃÃÃOOOOO!!!
Sem mais jogos diferentes, sem mais torcidas para o Brasil, pro Bolt, pro Phelps. Não tem mais vôlei, basquete, salto, ginástica. Mas ainda temos o Netflix.

Nesse quase 1 mês de Olimpíadas, deixamos de lado nossas séries e deixamos de abrir o tão querido Netflix, confessa vai!? Então, para voltar a vida normal, nessa segunda feira de frio e chuvinha em São Paulo, deixo aqui poucas, mas de coração, dicas do que assistir no Netflix essa semana.

the_get_down2The Get Down

Essa é uma série nova do Netflix e é a nova queridinha depois da Strange Things – mas calma, tem uma pegada totalmente diferente. Ela retrata os anos 70/80 na cidade de NY, mais especificamente no Bronx e mostra o surgimento de um novo movimento musical, o hip-hop, o movimento dos grafiteiros, drogas, política e a vida de um grupo de adolescentes que vão se descobrindo no meio de todos os problemas e oportunidades que vão aparecendo. É uma série bem musical, bem realista e eu gostei pra caramba. Os episódios são de mais ou menos 50 minutos (com exceção do primeiro que tem 1h30) e super vale a pena assistir.

Cot_M4_UMAEcAhfLovesick

Outro original Netflix, mas totalmente água com açúcar. É uma série que conta a história de um cara que foi diagnosticado com clamídia e aí ele vai atras de algumas ex namoradas para contar que tem a doença. Nesses encontros e lembranças, alguns segredos do passado vão aparecendo e ele descobre sua verdadeira paixão. É uma série bem curtinha, tem apenas 6 episódios e cada um tem cerca de 20 minutos, então pra quem quiser uma série rapidinha antes de dormir, essa é a dica.

16556104_3Here comes the Boom

Esse é filme e é de comédia (que não costumo assistir), mas é uma comédinha bacana. Conta a história de um professor que ajuda a não fechar o departamento de música da escola em que trabalha. Nisso ele vira lutador pra ajudar a levantar uma grana e meio que vai dando certo. Não vou falar mais nada porque se não eu falo tudo, mas pra quem tá afim de um filme levinho, essa é a dica dessa vez.

nocauteNocaute

Esse também é um filme de luta, mas mais voltado pro drama, na verdade ele é só drama. Conta a história de um ex lutador que sofre uma tragédia e tem que se reerguer em frente a todos os problemas que aparecem. Conta uma história de superação, um drama familiar e de amizade. Não é um filmão, passaria no Tela Quente mas é gostosinho de ver. Tem o corpo saradasso do Jake Gyllenhaal que já vale a pena a assistida.

 

O que passa no meu Netflix

O Netflix chegou pra acabar (ou terminar de acabar) com as nossas vidas sociais. Quantas e quantas vezes a gente não escolheu ficar em casa pra fazer maratona de série a sair de casa e encontrar amigos… Sim amigos, algumas muitas vocês foram substituídos pelo Netflix. Sem mágoas, até porque sei que já fui substituída por ele também. Tudo bem, faz parte!

Não tem como não se entregar as séries do Netflix (não só as que eles fazem, mas as que transmite), que você coloca despretensiosamente as 10h , e quando vê já são 3 horas da manhã e você PRECISA acabar de ver todas as temporadas. Terminei um monte de temporadas e, enquanto ainda não voltam, vou fazer aqui um top das minhas favoritas (talvez todas rs) e um resuminho… Acho que quase todo mundo já viu quase todas, mas se não, assista e perca mais uns dias em casa.

Tá com uma papadinha nessa foto, ne?

Tá com uma papadinha nessa foto, ne?

DEMOLIDOR – Quando a gente ouve falar de Demolidor, vem na cabeça aquele filme horroroso do Ben Affleck. Mas graças ao senhor das boas noções, esse seriado é excelente. A história todo mundo conhece, o Matt Murdoc fica cego quando criança e depois vira um cara foda que quer lutar por justiça. No delongar da série, vai mostrando como ele aprende a ficar foda… É bem legal. No começo parece que não vai ser, mas acho que os seriados produzidos pelo Netflix tem um pouco dessa característica, de começar a se desenrolar só depois do terceiro episódio. Então, não desista, porque vai ser bom, e quando começa a ser bom, fica muito bom.

Resuminho Netflix: Matt Murdoc luta contra a injustiça durante o dia como advogado e à noite nas ruas de Hell’s Kitchen, Nova York.

sense8-1a-temporada1

SENSE8 – PUTAQUEMEPARIUQUESERIADOMARAVILHOSO! Gente, de tão maravilhoso e foda que achei, nem sei resumir essa série sem dar spoiler. Tem amor, tem luta, tem ódio, tem mais amor, tem sexo, tem piadas, ironias… TEM TUDO! Esse seriado demônio dá vontade de assistir tudo direto sem parar, porque ele é muito bom. Não deixe a descrição chocha do Netflix te enganar, simplesmente assista e não irá se arrepender.

Resuminho Netflix: Oito pessoas ao redor do mundo começam a passar por experiências que desafiam a razão.

Fiquei a temporada toda pra lembrar quem era esse cara hahaha #GOT

Fiquei a temporada toda pra lembrar quem era esse cara hahaha #GOT

NARCOS – As más línguas dirão que o espanhol do Wagner Moura é péssimo, mas a verdade é que a série é muito boa. Baseada em fatos reais, a série mostra a guerra contra as drogas em Bogotá e claramente a vida do Pablo Escobar, que foi o senhor da droga na Colômbia. A série deixa a gente totalmente envolvido e mostra cenas reais durante os capítulos. Ansiosíssima para a próxima temporada.

Resuminho Netflix: O químico chileno Barata apresenta seu produto a Pablo Escobar e Steve Murphy entra na guerra contra as drogas em Bogotá.

w7dt41k

GOTHAM – Me diz como alguma coisa relacionada ao Batman pode não prestar. Ok, a série ela conta a vida pré-Batman, aliás conta mais a vida do James Gordon que começa a investigar a morte dos pais do Bruce e todos os crimes malucos que tem em Gotham. Daí conta a história do Bruce, do Gordon e dos criminosos conhecidos como Curinga, Charada, Duas caras… Enfim, muito boa. A segunda temporada começou agora na Warner, então corre pra ver a primeira.

Resuminho Netflix: O detetive novato James Gordon luta contra o crime e a corrupção em Gotham City para vingar o assassinato dos pais de Bruce Wayne.

Essas foram as mais recentes que assisti… Mas na minha listinha pra acabar até o final do ano entra Better Call Saul, House of Cards, Chef’s Table, Sherlock e How to get away with murder. Se alguém tiver dica de alguma série maravilhosa, comenta aqui pra gente perder mais alguns dias em frente a TV ;P

 

 

Orange is the new black

Meus seriados estão começando a voltar! Acompanho dois fielmente: Game of Thrones e Orange is the new black. O primeiro voltou em abril e várias emoções, rumores e mortes… Muitas mortes!

Agora em junho, mais exatamente no dia 06, Orange is the new black volta com a segunda temporada diretamente do Netflix. Pra quem não sabe o que é, como é, e se é alguma coisa boa, eu falei um pouco aqui quando a série ganhou meu coração! <3

E a pouco tempo atrás lançou o novo trailer da série, e não dava pra deixar passar batido. Ok, demorei pra postar, mas to aqui, atrasada, pra mostrar pra vocês o novo trailer que tá com gostinho de quero mais, dá só uma olhada:

E ai, gostou?! Ainda dá tempo de assistir a primeira temporada e acompanhar na segunda… Bora?!?!

Drops do Fim de Semana

10-03

Esse fim de semana pós carnaval foi bem tranquilo, sem fortes emoções, pois a conta bancária está em prantos. Aproveitei semana passada para descansar e relaxar bastante, mas também aproveitei pra escrever sobre a viagem (num post imenso que só os fortes lerão) e fazer alguns escritos para o blog. Aproveitei pra relaxar as cutis, fazer a unha, marcar cabeleireiro e pensar na vida…

No fim de semana, fomos no casamento de um amigo nosso (mais um pro time dos casados e menos um pro meu time dos solteiros) e como foi de dia, a noite acabamos ficando em casa, vendo alguns filmes e seriados. Vimos o filme vencedor do Oscar – 12 anos de escravidão – que é um filmaço, vou falar dele aqui, e também O Lobo de Wallstreet – que também é bom demais.

Como todas as minhas séries estão de férias até abril, segui a dica da Ricota Não Derrete e comecei a assistir Twin Peaks. Assisti alguns episódios, mas como o seriado é mais antigo, a dinâmica é diferente, mas por enquanto to curtindo.

No domingo, teve comemoração de aniversário e muita comida, com almoço no Outback, sobremesa, bolo na casa da vó… E dai a noite foi só sofá! Amanhã começa o ano de verdade, e com grandes pochetes, temos grandes responsabilidades, então academia nela!!

~~ To colocando o trailer da série pra ver se vocês gostam! ~~