Arquivo da tag: spotify

música para os meus ouvidos

quando eu era pequena, sempre estava tocando música em casa. fim de semana era sinônimo de música alta no rádio. fui criada ao som do samba que meu pai ouvia frequentemente e, pra idade que eu tinha, parecia também infinitamente. minha mãe gostava dos sertanejos e das músicas mais românticas. sempre tivemos como plano de fundo Zeca Pagodinho, Tim Maia, Bete Carvalho, Cássia Eller, Raul Seixas, Fundo de Quintal, Cazuza, Zezé de Camargo, Leandro e Leonardo. tive pouca influência de músicas internacionais quando era mais nova, exceto por um álbum do Queen que tocava randomicamente.

meus pais tinham uma coleção de vinil, e ainda tinha alguns para mim e para minha irmã, tipo Xuxa e Trem da Alegria. mais tarde essa coleção deu lugar aos muitos e muitos CDs. vivi a adolescência dos anos 2000, quando baixar música estava em alta, e com isso, músicas de todos os gêneros passaram pelo meu player , sem falar dos tantos e variados clips na mtv que iam desde System of a Down à Só Pra Contrariar. sempre ouvi de tudo e hoje mais ainda, vide minhas playlists no Spotify que passa pelo samba, rap, funk, pop.

tinha um medo danado de virar um adulto que não ouve música ou ouve sempre as mesmas, e acho que isso me incentivou a buscar as novidades, a me interessar por estilos diferentes. além disso, ouvir música também tem me ajudado num tanto a encarar o alemão de forma mais leve <e no passado inglês>, ainda que por alguns minutos.

no ano passado comecei a aprender a tocar violão <ainda falta um tanto> e algumas notas que vou aprendendo no caminho as vezes me emocionam. hoje, quando preciso me conectar, me distrair, me extravasar, recorro a música. essa é relação de energia, de força de poder que a música traz pra mim; conta histórias, envolve, preenche.

ouvi pouco Caetano na minha vida. algumas músicas soltas, mas nunca um CD inteiro. até agora. o cd Ofertório, que Caetano fez junto aos filhos é simplesmente delicioso. é emocionante, é alegre, é bonito , é como que um convite pra sentar numa roda de amigos. um cd que me abraçou.

eu demorei um pouco pra ver o clipe do AmarElo quando saiu, e a música por si só já tinha me emocionado, mas o clipe é muito bom, e confesso me arrancaram algumas lagrimas. a letra, a imagem, a melodia, as participações (Majur e Pabllo e a voz de Belchior) tudo muito intenso e ao mesmo tempo delicado, um verdadeiro soco.

 

Algumas musiquinhas pro seu final de semana

Final de semana é (são) dia(s) de maldade.
Dia de festa, de celebrar a vida.
Dia de beber até o corpo não aguentar mais.
Dia de acordar tarde.
Dia de ir pra balada, dia de ouvir música alta e deixar o vizinho nervoso.

E pra ajudar toda essa maldade na veia, vim compartilhar algumas playlist no Spotify. Eu não sou boa de fazer playlist, já assumi isso pra vida, mas achei algumas legais que vão combinar com seu final de semana então, abre a janela e solta o som:

 

JOVENS TRANSANDO

Se oscreen-shot-2016-10-07-at-15-08-09s jovens transam muito com essa playlist eu não sei, sei que tem músicas animadas que dá pra você sair por aí mexendo o corpicho. Tem Phoenix, The Submarines, Tahiti 80, NONONO, enfim, um monte de banda que deve ter tocado (ou tocará) no lollapalooza.

screen-shot-2016-10-07-at-15-12-46BOM DIA, VIBES E TAL

Essa é pra acordar no pique, dançando, fazer aquele café da manhã com direito a dancinhas vergonhosas pela manhã. Tem clássicos como Elton John e Stevie Wonder e mais atuais como John Mayer e Amy Winehouse. Músicas gostosinhas pra ter good vibes.

screen-shot-2016-10-07-at-15-19-28STRANGER THINGS

Se você já assistiu a série e gostou muito, essa playlist já deve ter chegado até você. Mas se não, agora chegou. É uma playlist anos 80 com roquizinhos maneiros que compõe a playlist da série. Pra quem curte música nesse estilo, é uma ótima pedida.

screen-shot-2016-10-07-at-15-26-34MUSICAS GOSTOSINHAS

Músicas gostosinhas para trabalhar, ouvir no carro, cozinhar ou pra deixar tocando de plano de fundo quando se está em um grupo de amigos. Não vai te animar muito, mas também não vai desanimar. Essa é praqueles dias que só precisamos de uma musiquinha tocando no nosso ouvidinho. Ah, ela é mais voltada pro rockzinho maneiro, como The XX, Imagine Dragons, The Strokes.

screen-shot-2016-10-07-at-15-34-01CHURRASCO FIRMEZA

Pro seu churrasco ser firmeza, mas sem pagode ou sertanejo. The Doors, U2, Nirvana, Eric Clapton, enfim, são 9 fucking horas em uma playlist, então provavelmente tocará seu churrasco inteiro. Só dar play e deixar rolar.

screen-shot-2016-10-07-at-15-43-59THE GET DOWN

Mais uma de série: The Get Down. Pra quem curtiu a série vai adorar essa playlist que tá cheia de músicas animadas com muito hiphop. Beastie Boys, The Jackson 5, James Brown, Big Daddy Kane vão animar a tarde/noite/madrugada de todo mundo e fazer você querer dançar.


Pra acessas as playlists, só clicar na imagem. Se puder me indicar alguma, deixa nos comentários que vou amar descobrir uma playlist nova <3

Vitrola

Para completar o combo hipster da vida, compramos uma vitrola. Lembro que meus pais sempre tiveram, mas aquelas que vem em cima de um rádio e, em todas as festas de infância tocavam os LP’s da Xuxa, Paquitas e Trem da Alegria. Eu sempre gostei de disco e da vitrola em si. Quando pequena ficava fuçando até aprender a colocar um disco sozinha e ficava largada na sala lendo os encartes enquanto a música tocava.

Mas aí a gente cresce, os discos pulam fora da história e dão espaço pros CD’s, fitas e depois pro pendrive e app’s de música como o Spotify. Mas como essa época da história em que vivemos o “velho é sempre bom”, voltamos com as manias de nossos pais e avós, e a vitrola voltou pra nossas vidas.

Compramos a vitrola no Mercado Livre, mas tem lojas como WallMart, Extra, Submarino que vendem também – mas o preço é mais carinho. E comprar discos hoje em dia também não é uma coisa barata… Mas é muito legal o som que sai e toda a experiência que a vitrola proporciona. Pode parecer coisa de tiozão, mas é muito legal por um disco (até porque só temos um por enquanto) e curtir o momento, tomando alguma coisa e conversando sobre.

E claramente, algumas cervejas depois, colocamos a vergonha de lado e gravamos o primeiro vídeo pra tag #30ideias30dias. Sem julgamentos, porque não estamos sóbrios e não sei editar direito hahaha É o primeiro:

Se gostou do vídeo, só clicar em curtir e se inscrever na página e se gostou da gente, só seguir nas redes: Facebook | Twitter | Instagram | Snapchat: dayalima