Arquivo da tag: vinho

Vinho e pintxos

Nos últimos tempos, principalmente acompanhado do friozinho, tomamos gosto pelo vinho e assim como a cerveja, ganhou espaço nos nossos corações e no nosso barzinho. Aí sempre que podemos ou queremos, abrimos uma garrafa de vinho e preparamos algum aperitivo fácil, estilo finger food – ou na Espanha que são os famosos pintxos – e passamos a noite assim.

E isso se tornou até um hábito novo e quando pensamos em ter uma noite leve, já pensamos em vinhos e pintxos (uiuiui) . Assim como quando pensamos em trazer alguns amigos em casa, essa é uma opção que logo passa nas nossas cabeças pois além de ser fácil, é bem gostosinha e barata. Ah, e dá para inventar receitas com o que você tem na geladeira!

Daí, se você assim como nós gosta de vinho, pintxos e bom papo, resolvi deixar aqui dicas onde compramos os vinhos e duas receitinhas de pintxos que dão para fazer rapidamente em casa.

O vinho

temperatura-dos-vinhosDamos preferência ao vinho tinto seco (não gostamos de bebidas muito doces, mas isso é uma questão de costume, então vá adaptando o seu paladar). Então quando procuramos vinhos, procuramos por Carménère, Merlot, Cabernet Sauvignon. Brancos raramente e as vezes espumante. Mas um novo queridinho é o Rosé que pode ser ou mais seco ou mais adocicado, mas é mais leve e refrescante que o vinho tinto. Uma delícia!

Enfim, quando planejamos antes e não temos pressa para chegada, costumamos pedir vinhos no Wine. O site do Wine é bem legal e fácil de usar. Divide os vinhos pelo preço, países e uva. Sempre tem promoções e preços bem bacanas para todos os bolsos. A entrega é bem rápida e, dependendo da promoção e quantidade que se pega, o frete sai grátis.

Quando não pedimos pelo site, normalmente vamos no Pão de Açúcar que sempre muitas opções de vinho, também para todos os bolsos. Tem a coleção “Guia do Sommelier” que sempre dá opções baratas e bem boas (se for Cliente Mais ainda rola descontos!).

Os pintxos

Pintxo, ou pincho, é uma comida espanhola, que se come com as mãos em duas mordidas, são petiscos simples ou refinados e que você precisa comer para entender o quanto eles podem ser deliciosos.

Abacate com chimichurri (rende 8 porções)

  • 20160619_213401meio abacate médio maduro
  • 2 xícaras de salsinha
  • 1/4 xícara de orégano fresco
  • 4 dentes de alho
  • 2 a 3 colheres de sopa de vinagre
  • pitada de sal
  • pitada de Pimenta preta
  • pitada de Pimenta vermelha
  • 2/3 xícara de Azeite
  • pão da sua preferência cortado em rodelas
  • queijo parmesão a gosto

Leve o pão para dar uma leve torrada no forno cerca de 10 minutinhos a 180 graus. Não deixe ele muito duro para que a experiência não seja ruim. O ideal é dourado nas bordinhas e fofinho no meio. O abacate é só cortar em discos de modo que ficará em cima das torradinhas, então corte como preferir. Todos os demais ingredientes (exceto o parmesão) são para o chimichurri, que basicamente é só picar e misturar. Depois de pronto, é só montar: pãozinho levemente torrado, fio de azeite, pra dar uma molhadinha no pão, fatias de abacate e molho chimichurri por cima. Ah, caso tenha optado pelo parmesão, é só salpicar por cima. Fica uma delicinha!

Presunto Português com molho de tomate (rende 8 porções)

  • 20160626_2133201 tomate grande
  • 1 colher de extrato de tomate
  • 1/4 de cebola picada
  • 1 alho picado
  • salsinha a gosto
  • sal e pimenta a gosto
  • presunto português ou presunto parma
  • pão da sua preferência cortado em rodelas
  • azeite

Mesmo esquema da receita anterior, deixa o pão dar uma crocâncinha no forno. Enquanto isso, faça um molhinho de tomate caseiro: pique o tomate, refogue a cebola e o alho no azeite e depois acrescente o tomate picado, a colher de extrato de tomate, salsinha, sal e pimenta. Coloque um pouquinho de agua e deixe cozinhar até o tomate desmanchar (uns 15 minutos no máximo). Assim que o molho estiver pronto, distribua-os em cima de cada torradinha e espere esfriar. Depois que estiver frio, enrole uma fatia de presunto e coloque em cima de cada torradinha. Voilà! Está pronto, só servir num prato bonitinho.

Barcelona

Vou deixar o mapinha que fizemos e depois deixamos de lembrança pra Vani que nos recebeu pelo Airbnb.

Vou deixar o mapinha que fizemos e depois deixamos de lembrança pra Vani que nos recebeu pelo Airbnb.

Ah, Barcelona. O primeiro destino que fomos. Primeiramente, fizemos cerca de 12 horas de viagem com escala em Madri. Março na Europa é final de inverno e início de primavera – além de ser o mês com passagens mais baratas para a Europa – , o tempo não é tão frio nem tão quente, então é ótimo para viajar e caminhar bastante.

Demos um pouco de azar e pegamos a ultima semana do inverno que foi a semana mais fria. E toda a nossa roupa de frio reservada pro frio de Berlim, acabou sendo antecipada. Mas faz parte da viagem ter surpresas, afinal de contas, não dá pra planejar tudo.

Barcelona é relativamente pequena e dependendo do ponto que ficar na cidade, dá pra ver tudo a pé. Mas o transporte público cobre a cidade toda, então nã há impeditivos. Por ser uma cidade com praia, venta relativamente bem, então pros friorentos – como eu – sempre bom ter um casaquinho ou um lenço ou algo que aqueça.

Ficamos num Airbnb próximo a Passeig de Gracia (principal rua com lojas caras e muitos turistas) e a mulher que nos recebeu nos deu amor e um mapa cheio de dicas com o que fazer por lá – vou colocar na galeria.

Vou deixar aqui um mapa com os pontos turísticos, alguns lugares pra comer e beber:

Mas, claramente o post não acaba aqui, vou deixar umas dicas – ou experiências – que passamos:

1- Se puder, visite os pontos turísticos durante a semana. Parece óbvio mas não fizemos. Alguns pontos deixamos pro final de semana (como o Park Guel) e acabamos não entrando pois estava muito cheio.

2- A vida noturna é ótima e tem muito lugar pra ir. Passamos 5 dias lá e vimos agitação tanto na semana quanto no final de semana. Dá pra aproveitar muito.

3- Experimente as cavas (tipo champanhe) e vinhos, e principalmente a sangria. Já tinha tomado umas sangrias aqui e não gostava, mas as de lá são diferentes e maravilhosas! E por falar em cavas, achamos um bar de cavas Can Paixano que é excelente. Eles vendem cavas de fabricação própria e servem lanches e petiscos para quem fica por lá. O lugar enche rápido, então chegue cedo, por volta das 16-17, e os preços são bem em conta, por 2 euros se toma uma taça de cava.

20160317_174059_HDR

4- Tem um milhão de padarias pelas ruas, e é super normal pegar um pão ou um lanche e sair comendo pelas ruas. Uma delicinha!

5- Lá, depois do almoço eles tiram a cesta – uma ou duas horinhas de descanso. Ainda não entendi muito bem como funciona, mas se for almoçar muito tarde não rola. Aliás, costumeiramente nem se almoça, só se come um lanche. Então, acostume-se. E se for jantar, também jante cedo, porque depois das 22h (como é de costume aqui no Brasil) pode não ter mais nada.

6- Tem agua potável em todos os lugares: nas ruas, casas e restaurantes.

7- A cidade é limpa e super dog friendly, e eu achei o máximo. Cachorros podem entrar no trem, ônibus, bares e restaurantes. As pessoas são educadas o suficiente pra não deixar suas sujeiras e cuidar dos seus cachorros =)

8- Se puder coma Paella e arroz negro. Tem em muitos lugares, varia um pouco o preço mas é muito gostoso. Seguimos a dica de um amigo e comemos no Siete Puertas que é próximo ao bairro gótico e foi uma experiência bem saborosa.

9- Uma coisa que fizemos legal – e meio que fazemos em todas as viagens – foi ir no mercadão, comprar morangos  (que estavam divinos e custaram 2 euros a caixinha) e sentar no parque pra comer. Só paramos, vemos paisagem, vemos as pessoas e aproveitamos o tempo pra nós.

Snapchat-5035175978464789566

10- Coma churros! Diferente do churros daqui, os de lá são assados. Vende na rua recheado, mas se parar em algum cafézinho, vem um chocolate derretido pra mergulhar os churros. <3

Acho que é isso. Barcelona foi a cidade que amamos pelo transporte, limpeza, educação e carisma das pessoas. Mesmo com o frio e a chuva com que fomos recebidos, ainda volto pra passar mais uns dias por lá. Agora, surra de fotos:

Não perca semana que vem… Vou contar e mostrar algumas coisas que passamos e vimos em Berlim! Procura a tag #umlugaremaisnada no Instagram e acompanhe na página do Facebook também!

Tartar & Co

Quem nunca comeu um steak tartare não sabe o que é o sabor da carne de verdade. O steak tartare é um prato de carne de vaca crua e finamente picada, misturada com vários condimentos e servida com uma gema de ovo crua. Além da carne, já ví variações de salmão e atum.

Eu gosto bastante de tartare, e quem tem um pouco de “preconceito” em comer carne crua, deve muito experimentar, pois a combinação de sabores e temperos é bem bdiferente e saboroso. O que fomos recentemente provar foi o do Jacquin, o chef do Masterchef, no restaurante Tartare & Co. Fica localizado na região de Pinheiros, SP ( Avenida Pedroso de Morais, 1003) e dependendo do horário que você chegar lá, vai estar cheio, então reserva nunca é demais.

tartarecoO lugar é grande e bem bonitinho, de fácil acesso pra quem for de metrô (o que foi o caso). Chegamos lá bem cedo – por volta das 19h30 – e estava bem vazio. Então começamos pedindo uma porção de batata rústica, e sério.. Vem muita batata. E depois vinha batata no prato… então evitem batata kkkk Vale a pena pela maionese especial (com não sei o que dentro) que é bem diferente e gostosa.

tartareco2

Dos pratos principais, pedimos o Tartare Clássico de Filé Mignon na ponta da faca, acompanhado de batata rústica e salada e Tartare de Salmão com limão siciliano, acompanhado de salada de pupunha. Ambos bem servidos, bem temperados e bem saborosos! Mas o meu preferido é o clássico de filé mignon… Muito bom!

tartareco3E pra acompanhar tudo isso, banhamos nosso jantar a vinho! O que gostamos bastante é que tem vinho para todos os gostos e principalmente para todos os bolsos… Dá pra beber um vinho bom de R$50 até R$300… E tem muitas opções também.

Ia chutar o preço das coisas aqui, mas melhor do que isso, o site do Tartar & Co. tem o Menu já com os preços… Então dá pra ver desde as entradas até a sobremesa e carta de vinho aqui no site e também dá pra fazer a reserva online. Gostamos bastante de lá e deixo a dica aqui pra quem quiser comer um steak tartare bem saboroso. E pra quem não gostar, também tem outras opções de comida e bebida no menu.

 

 

 

Frio

24-11

E ai gente, como passaram o fim de semana? Aqui em SP fez muito frio e quando tá frio não dá a mínima vontade de sair de casa.. O que me fez sair da cama por volta das 14h o fim de semana inteiro… A noite do sábado fomos comemorar o aniversário dos sogrinhos na pizzaria Fulana. Muito boa a pizza e ainda de quebra, tomamos um vinho que estava propício pra noite.

Como a noite acabou cedo, emendamos um pub, o Morrison, na Vila Madalena, e fomos ver a Banda Almanaque, que queríamos ver faz tempo. A banda foi muito boa e o pub tava bombando… Mas muito legal! (entrada foi R$ 22 mulher e R$ 25 homem).

Fato engraçado: tinha luz negra na pista e meus dentes ficaram parecidos com o do Ross, naquele episódio que ele clareia os dentes.

rossVoltei do pub as 6 da manhã, fazia mil anos que não acontecia isso, e provei que não estava tão em forma e só acordei as 16h do domingo! ABSURDO… O dia foi só dormir e comer… E preparação do psicológico para mais uma segunda-feira. Vídeo minha cara pra segunda de manhã (que o mundo todo já viu, mas que pode rever porque é bom!):

Final de Outubro

28-10

Outubro chegando ao fim e com ele meu inferno astral e nessa ultima semana aproveitei pra mudar o visual… Tinha feito no ano passado ombré hair e como já tava mais do que vencido, fui no Circus retocar e acabei saindo mais loira do que esperava… Mas adorei o novo visual! Como disse minha cabeleireira, a Pree, “a primeira coisa que a mulher muda é o cabelo pra depois começar a mudar o resto” e pode ser que realmente seja verdade, vamos aguardar pra ver o que mais pode mudar!

Sexta-feira foi dia da sessão descarrego e acabamos a noite comendo pizza e tomando vinho no Pizza na Mão… Deu uma pequena esfriada na sexta o que favoreceu ainda mais o clima do vinho maravilhoso!

Fora isso, fui de manhã resolver algumas coisas pro aniversário e mais a noitinha, fui no Ó do Borogodó sambar um pouco e lavar a alma no samba, mas não tava tão bom assim, então o jeito foi conversar, beber e sambar um pouquinho só, mas a companhia e o ambiente valeu a saída!

No domingo muita preguiça e soninho que me tiraram da cama master tarde e depois do almoço pra comer doces e conhecer a Jelly Bread, uma padoquinha bem delicinha com bolo, brigadeiro e mil folhas maravilhosos! (depois faço post indicação, mas já adianto que é de dar água na boca).

Essa semana vai ser corrida, tenho curso de cerveja artesanal na quinta feira, e na sexta feira fico mais velha :'( Mas que venha essa nova semana com novas inspirações e com coisas boas!